NOSSA MISSÃO DE BATIZADOS | Paulus Editora

O Domingo
NOSSA MISSÃO DE BATIZADOS

Indicar a um amigo:





Com a festa do Batismo do Senhor, encerra-se o ciclo do Natal e se abrem novamente as portas do Tempo Comum. Hoje celebramos a missão de Jesus, recordando nossa missão de batizados.

João Batista, que veio preparar o caminho do Messias, nas águas do Jordão realizava um batismo de penitência e conversão. Os que iam até ele esperavam a vinda do Messias e, conscientes dos próprios pecados, buscavam o perdão de Deus.

Apesar de não ter pecados, o Filho de Deus se deixa batizar por João, demonstrando sua solidariedade com todos os sofredores arrependidos. Depois do batismo, o Espírito Santo desce sobre Jesus em forma de pomba, quando ele estava em oração. O céu se abre, e do céu vem a voz do Pai, que proclama Jesus seu Filho bem-amado. Toda a missão de Jesus é fruto de sua união com o Pai, a qual Lucas gosta de enfatizar, mostrando-o em muitos momentos de oração. E a imagem da pomba, entre os tantos significados que tem, fala da bondade e do amor de Deus pela humanidade. O Espírito acompanhará a missão terrena de Jesus, será novamente enviado como dom em Pentecostes e continuará acompanhando os seguidores do Mestre. E é com o Espírito divino que os cristãos continuarão a espalhar no mundo o amor de Deus.

O batismo de Jesus, porém, é diferente do batismo de João. O batismo de Jesus se realiza com o Espírito Santo e com fogo. De fato, com línguas de fogo é que o Espírito virá aos discípulos reunidos em Pentecostes. Pois, se a água limpa, purifica dos pecados, o fogo queima, transforma nosso ser. O batismo de Jesus, no Espírito e no fogo, leva-nos sobretudo a tomar consciência de sermos moradas do Espírito Santo, que nos anima a espalhar o amor de Deus, a nos solidarizarmos com os pecadores e sofredores, a transformar as situações segundo o projeto de Deus. A nós, batizados, Jesus deixa a grande missão de crescer na caminhada de fé e ajudar tantos outros irmãos e irmãs a se unirem no mesmo dinamismo do Espírito que nos santifica e renova.

Pe. Paulo Bazaglia, ssp


O Domingo

É um periódico que tem a missão de colaborar na animação das comunidades cristãs em seus momentos de celebração eucarística. Ele é composto pelas leituras litúrgicas de cada domingo, uma proposta de oração eucarística, cantos próprios e adequados para cada parte da missa e duas colunas, uma reflete sobre o evangelho do dia e a outra sobre temas relacionados à vida da Igreja.

Assinar