O Domingo
A VIDA SE FAZ HISTÓRIA

Indicar a um amigo:





A Igreja celebra, neste domingo, o 54º Dia Mundial das Comunicações Sociais. Esta comemoração foi institucionalizada para lembrar-nos que a comunicação é uma dimensão fundamental da nossa vida porque dela depende, em grande parte, a qualidade das relações humanas e o consequente testemunho cristão.

De fato, não basta ter acesso aos instrumentos de comunicação. É preciso também refletir sobre até que ponto o conteúdo das informações predominantes na cultura criada pela comunicação moderna – na qual ca­da um de nós tem também sua responsabilidade – transmite a verdade, ajuda a superar os conflitos e está a serviço da humanização.

Nessa perspectiva, o dia mundial das comunicações busca ajudar a perceber a importância da comunicação como meio para melhorar a qualidade de vida. O tema escolhido pelo papa Francisco para este ano é: “Para que contes aos teus filhos e aos teus netos (Ex 10,2). A vida se faz história”.

A mensagem mostra a relação estreita existente entre comunicação, memória e história e procura pôr no centro da reflexão a pessoa com seus relacionamentos e sua capacidade inata de se comunicar. O papa valoriza a herança da memória, com a qual se dá a transmissão de histórias, esperanças, sonhos e experiências de uma geração à outra. Procura enfatizar que não podemos ignorar o passado, a história vivida e o conjunto de conhecimentos adquiridos.

Olhar com atenção o momento presente é necessário porque é no “aqui e agora” que enfrentamos os desafios da vida. Porém, muitas pessoas vivem mergulhadas de tal modo nas satisfações do presente e presas aos apelos da sociedade consumista, que subvalorizam a própria história.

Toda história nasce da vida, do encontro com o outro; nesse sentido,
é essencial resgatar os valores expe­rienciados, sobretudo os que ajudam a compartilhar a beleza de uma sociedade solidária e a construir pontes num mundo marcado por contraposições, intolerância e divisões. Jesus, o comunicador perfeito, nos ajude a resgatar da nossa história tudo o que nos leva a estreitar as relações humanas e criar harmonia.

Pe. Valdir José de Castro, ssp


O Domingo

É um periódico que tem a missão de colaborar na animação das comunidades cristãs em seus momentos de celebração eucarística. Ele é composto pelas leituras litúrgicas de cada domingo, uma proposta de oração eucarística, cantos próprios e adequados para cada parte da missa e duas colunas, uma reflete sobre o evangelho do dia e a outra sobre temas relacionados à vida da Igreja.

Assinar