O Domingo
COMUNHÃO DE AMOR

Indicar a um amigo:





O infinito amor de Deus se mostra no presente que ele entrega à humanidade: seu Filho único, vindo ao mundo para que todos tenham vida.

Deus deseja alcançar e salvar a todos com o seu amor. É esse amor que celebramos hoje, amor que é a comunhão das três Pessoas divinas. Celebrar a Trindade é celebrar o infinito amor de um Deus que cria, salva e anima. De um Deus que nunca deixará de manifestar seu interesse, carinho e amor pela humanidade.

O Filho enviado, que se faz um de nós, é o presente mais belo de Deus. Ele não vem para julgar e condenar, mas para dar vida, doando sua própria vida por nós.

Este amor de Deus, derramado sobre nós com o Espírito Santo, nos convida a construir aqui relações fraternas, inspiradas na comunhão perfeita que existe nas Pessoas divinas. Pois somente pessoas de Deus conseguem viver neste mundo a comunhão que vem de Deus.

Nosso Deus, afinal, não é uma ideia vaga. É uma Comunhão de Amor que se revela concretamente, que se dá a conhecer chamando-nos ao compromisso. Contemplar e adorar este mistério é algo exigente, pois a experiência pessoal de Deus nos leva necessariamente ao outro, ao compromisso com a construção de comunidades de irmãos que se amam como nosso Deus ama. Se não fosse assim, nossa religião seria apenas uma espiritualidade vazia e estéril.

Que a celebração da Santíssima Trindade aumente em nós a consciência de que somos missionários de um amor infinito, que se desdobra por todos e cria comunhão. A comunhão que podemos viver hoje, e que só pode vir da comunhão de nosso Deus, a Trindade que nos quer participando do seu amor. Amando como o Mestre amou, entramos de algum modo no mistério da Trindade.

Pe. Paulo Bazaglia, ssp


O Domingo

É um periódico que tem a missão de colaborar na animação das comunidades cristãs em seus momentos de celebração eucarística. Ele é composto pelas leituras litúrgicas de cada domingo, uma proposta de oração eucarística, cantos próprios e adequados para cada parte da missa e duas colunas, uma reflete sobre o evangelho do dia e a outra sobre temas relacionados à vida da Igreja.

Assinar