22 de maio – 6º DOMINGO DA PÁSCOA | Paulus Editora

O Domingo – Palavra
22 de maio – 6º DOMINGO DA PÁSCOA

Indicar a um amigo:





O ESPÍRITO SANTO É FORÇA QUE SUSTENTA A COMUNIDADE

Próximos da Ascensão do Senhor, a liturgia nos insere no clima de despedida de Jesus a seus seguidores. O Evangelho deste domingo faz parte do trecho final do primeiro dos quatro capítulos que constituem o longo discurso de despedida de Jesus na Última Ceia. O Mestre está preparando seus discípulos para que continuem, como um só corpo, a acreditar nele e não se sintam sozinhos após seu retorno ao Pai.

Tais palavras também são dirigidas à Igreja e à nossa comunidade, corpo místico de Cristo, constituído por homens e mulheres que se reconhecem como discípulos de Jesus, que o seguem e desejam testemunhar sua presença na própria vida e no mundo que os rodeia. A comunidade cristã, sendo uma instituição humana, não está imune a conflitos, como lemos na primeira leitura. Os primeiros evangelizadores preocupam-se em resolver o problema de maneira prudente e sábia, para que as comunidades não se dividam. Esse é o lado humano da comunidade cristã, mas isso nunca pode nos levar a esquecer que ela também é uma realidade que ultrapassa o que é material. Se não fosse assim, tornar-se-ia parcial tudo o que foi dito sobre a Igreja.

Com efeito, a comunidade cristã, apesar de ser uma realidade visível, também é dom do Espírito Santo e não existe para si, como diz o Concílio Vaticano 2º: “A Igreja, em Cristo, é como que o sacramento, ou sinal, e o instrumento da íntima união com Deus e da unidade de todo o gênero humano” (Lumen Gentium, n. 1). Desse modo, é oportuno rezarmos por toda a Igreja, que caminha com empenho rumo ao próximo Sínodo, intitulado “Para uma Igreja sinodal: comunhão, participação e missão”, cuja conclusão está prevista para outubro de 2023, em Roma. Façamos nosso o pedido do papa Francisco, tornando nossa comunidade em um espaço de escuta mútua, em “um lugar aberto, onde todos se sintam em casa e possam participar”.

Nessa perspectiva, as palavras de Jesus que o Evangelho nos apresenta hoje são um testamento precioso. Jesus promete o Espírito (v. 26). Podemos contar com essa assistência, sempre presente. É o Espírito que capacitará a Igreja a responder aos desafios, como capacitou os apóstolos reunidos em Jerusalém. É o Espírito que dá vida à nossa comunidade, como deu às primeiras comunidades cristãs.

Christian Dino Batsi, ssp


O Domingo – Palavra

O objetivo deste periódico é celebrar a presença de Deus na caminhada do povo e servir às comunidades eclesiais na preparação e realização da Liturgia da Palavra. Ele contém as leituras litúrgicas de cada domingo, proposta de reflexão, cantos do Hinário litúrgico da CNBB e um artigo que trata da liturgia do dia ou de algum acontecimento eclesial.

Assinar