MARIA, MENSAGEIRA DA PAZ | Paulus Editora

O Domingo
MARIA, MENSAGEIRA DA PAZ

Indicar a um amigo:





É muito significativo iniciar o ano-novo com a celebração de Maria, Mãe de Deus, e o dia mundial da paz. Maria deu à luz o Príncipe da paz e o educou no caminho da paz. Os pastores que visitaram a Sagrada Família beberam da paz e da serenidade que nela encontraram.

O Evangelho dá destaque às personagens relevantes nesta solenidade: José, homem justo, acompanha Maria e seu filho; Maria, silenciosa, guarda e medita tudo em seu coração; o filho recebe o nome de Jesus, que significa “Deus salva”; os pastores se encontram ansiosos pela novidade.

Pessoas simples, pobres da terra que viviam longe dos povoados, os pastores, depois de receberem o anúncio do anjo, partem confiantes e às pressas em busca do recém-nascido. Em Belém, numa manjedoura, encontram o Messias há muito esperado. São justamente eles os primeiros a tomar conhecimento da grande novidade.

Após esse encontro, são novamente eles os primeiros anunciadores da chegada do Salvador da humanidade. Essa boa notícia traz muita alegria e esperança ao povo, que aguardava a realização das profecias. Ao mesmo tempo, é má notícia para as autoridades do grande centro de Jerusalém.

Iniciar o ano-novo sob a proteção de Maria é sempre motivo de muita alegria – particularmente após atravessarmos um ano de muito sofrimento, trazido pela pandemia e pelas polarizações. Ao longo do ano, cabe-nos assumir a tarefa de sermos, a exemplo dos pastores, pessoas que apontam caminhos de esperança e otimismo para o povo, mesmo diante dos desafios e dificuldades que nos aguardam.

Aprendamos de Maria a observar e meditar os fatos e as notícias que nos chegam diariamente a fim de descobrirmos os caminhos de Deus, os quais se revelam também no meio de caminhos tortuosos. Deus age por meio das pessoas e dos acontecimentos; saibamos discernir sua mão presente nos altos e baixos da vida. Mulher da paz, Maria nos ensina a valorizar, respeitar e promover as pessoas fragilizadas e assumir o caminho e o compromisso da paz, a começar pela própria família.

Pe. Nilo Luza, ssp


O Domingo

É um periódico que tem a missão de colaborar na animação das comunidades cristãs em seus momentos de celebração eucarística. Ele é composto pelas leituras litúrgicas de cada domingo, uma proposta de oração eucarística, cantos próprios e adequados para cada parte da missa e duas colunas, uma reflete sobre o evangelho do dia e a outra sobre temas relacionados à vida da Igreja.

Assinar