O AMOR MAIOR DO AMIGO | Paulus Editora

O Domingo – Palavra
O AMOR MAIOR DO AMIGO

Indicar a um amigo:





Mais de uma vez, ao longo dos Evangelhos, Jesus foi questionado acerca do maior mandamento, e sobre isso ele não deixou nenhuma dúvida. O distintivo do cristão, o mandamento maior, é o amor.

Mas o amor, tão cantado em verso e banalizado em prosa, pode ser tudo e nada. Pode até ser confundido com uma abstração romântica, incapaz de se expressar em gestos concretos.

O amor de que Jesus fala, porém, é aquele que ele demonstrou nesta terra. Amor de quem se fez amigo e aos amigos tudo revelou com confiança.

Amor de amigo é o de quem conhece o outro e sabe que pode confiar nele. Não é amor de contrato, mas amor gratuito, de quem se doa porque simplesmente ama, sem esperar nada em troca. E se o Mestre espera algo em troca, é tão somente que experimentemos seu amor e permaneçamos nessa mesma dinâmica de doação, sendo amigos dele e entre nós. Amor de amigo, enfim, não se baseia no medo, mas na franqueza, na liberdade e na coragem, pois só tem medo do outro quem não o conhece.

Ao nos revelar o rosto e a vontade do Pai, Jesus nos tem como amigos e confia em nós para que, cumprindo seu mandamento de amor, não negligenciemos a dignidade de filhos queridos pelo Pai.

Esse amor maior, de quem dá a vida pelos amigos, Jesus demonstrou por nós indo à procura de todos: curando quem estava doente, levantando quem estava caído, ressuscitando quem estava morto. Ele não fez teorias sobre o amor, mas ensinou, em cada uma de suas ações, que uma vida que se doa concretamente por amor só pode ser marcada pela felicidade autêntica e pelos frutos.

É o próprio Jesus quem nos escolhe porque nos ama, e essa certeza nos envolve numa confiança fundamental: a dos amigos que buscam a verdadeira alegria, aquela que dura para sempre e só pode vir de Deus.

E então o Mestre nos diz, uma vez mais, que nos amemos uns aos outros. Não de qualquer jeito, não com teorias, mas como ele mesmo nos amou. Nossa felicidade terá, enfim, o tamanho das amizades que nosso amor tiver construído. Afinal, viver entre nós o amor maior dos amigos que dão a vida significa, em outras palavras, “permanecer no amor” de Deus, confiando naquele que se fez Amigo.

Pe. Paulo Bazaglia, ssp


O Domingo – Palavra

O objetivo deste periódico é celebrar a presença de Deus na caminhada do povo e servir às comunidades eclesiais na preparação e realização da Liturgia da Palavra. Ele contém as leituras litúrgicas de cada domingo, proposta de reflexão, cantos do Hinário litúrgico da CNBB e um artigo que trata da liturgia do dia ou de algum acontecimento eclesial.

Assinar