Colunistas

Bíblia

20/08/2013

Deus se comunica com a humanidade

Por Nilo Luza

Indicar a um amigo:





Por meio da Bíblia, sabemos que Deus se comunica com a humanidade desde Abraão, quase dois mil anos antes de Jesus. A melhor e a mais conhecida forma de comunicação é através da palavra. A Bíblia é a maior testemunha de que Deus estabelece sua comunicação com o povo. A mais importante comunicação de Deus com a humanidade foi o envio do próprio Filho, Jesus Cristo. A Carta aos Hebreus inicia dizendo: “Muitas vezes e de modos diversos falou Deus, outrora, aos pais pelos profetas; agora, nestes dias que são os últimos, falou-nos por meio do Filho, a quem constituiu herdeiro de todas as coisas… Sustenta o universo com o poder de sua palavra” (Hb 1,1-3).

Pela Carta aos Hebreus, sabemos que muitos homens e mulheres, de várias partes e diversas línguas do mundo, registraram em linguagem humana a comunicação que receberam de Deus. Os profetas e hagiógrafos (escritores bíblicos) são instrumentos que Deus se serve para registrar a comunicação em linguagem humana, escrevendo a Bíblia, palavra de Deus.

A Bíblia é divida em duas grandes partes: Primeiro Testamento e Segundo Testamento. Por sua vez, essas duas partes se subdividem em vários blocos e livros.

O Primeiro Testamento, formado antes de Jesus, foi escrito, em sua maior parte, em hebraico. A Bíblia Hebraica o divide em três partes, que podem ser englobadas na palavra TaNaKa: Torá (Pentateuco), Neviim (Profetas) e Ketuvim (Escritos). Por sua vez, essas partes englobam vários livros em cada uma delas.

O Pentateuco (Torá) é formado pelo conjunto dos cinco primeiros livros da Bíblia. Nele descrevem-se as leis que os judeus e samaritanos eram chamados a observar. O Pentateuco nos mostra a formação do povo de Israel, conhecido também como povo de Deus.

Os Profetas (Neviim), bloco constituído pelos livros proféticos que abrange os profetas menores e maiores. Esta parte, além dos profetas propriamente ditos, abrange alguns livros conhecidos como “históricos”. Os profetas são porta-vozes de Deus, isto é, alguém que fala em nome de Deus. Eles anunciam e denunciam; anunciam a mensagem de Deus e denunciam tudo o que vai contra o projeto de Deus.

Os Escritos (Ketuvim) abrangem os assim chamados sapienciais e parte dos livros “históricos”. Os Escritos, portanto, é uma designação ampla que acomoda uma variedade de livros que não entram nas duas primeiras partes.

O Segundo Testamento, surge depois de Jesus, também pode ser dividido em quatro partes: os Evangelhos, os Atos dos Apóstolos, as Cartas e o Apocalipse.

Os quatro evangelhos são os livros mais importante de toda Bíblia, porque nos trazem a mensagem de Jesus Cristo. Não são propriamente história no sentido moderno, mas são uma reflexão das comunidades sobre a vida e a atuação de Jesus.

nenhum comentário

Comunicação Testemunha