PAULUS indica obras para celebrar a memória litúrgica de São João Evangelista | Paulus Editora

Notícias

22/12/2021

PAULUS indica obras para celebrar a memória litúrgica de São João Evangelista

Por Imprensa

Indicar a um amigo:





No próximo dia 27 de dezembro, a Igreja Católica convida a celebrar a memória litúrgica de São João Evangelista, o apóstolo amado de Jesus. Conforme explica a Liturgia Diária da PAULUS Editora, João, irmão de Tiago, pertencia ao grupo dos doze apóstolos de Cristo. Com frequência era convidado para testemunhar episódios significativos da vida do Mestre, entre os principais fatos: a transfiguração de Jesus no Monte Tabor, a cura da filha de Jairo, a agonia de Jesus no horto das Oliveiras.

De acordo com as Sagradas Escrituras, João era o mais novo entre os seguidores de Jesus, e foi o único discípulo que permaneceu aos pés da cruz ao lado de Maria Santíssima no momento da crucificação do Senhor. Durante a Última Ceia, João ocupou um lugar de honra, à direita do Senhor, em cujo ombro encostou a cabeça. Como gesto de carinho ao discípulo amado, o Cristo confiou sua mãe Maria, ensinando a todos a recebê-la como Mãe de todos os filhos e filhas de Deus. João também foi um dos primeiros a reconhecer o Cristo ressuscitado. A ele é atribuída a redação do quarto Evangelho da Bíblia.

Em João, os leitores encontrarão um exímio exemplo de discipulado, sabedoria e amor ao Mestre Jesus, ao seu chamado e anúncio do Reino. Para celebrar a data, a PAULUS selecionou alguns títulos que discorrem sobre a trajetória, missões evangelizadoras e principais escritos deixadas pelo discípulo amado de Jesus. Confira!

A loucura de Deus: o Cristo de João

 

“A loucura de Deus é mais sábia que os homens e a fraqueza de Deus é mais forte que os homens” (1Cor 1,25). Rejeitado pela família, de modo que “nem mesmo os seus irmãos acreditavam nele” (Jo 7,5), e abandonado por grande parte dos seus seguidores “muitos dos seus discípulos se afastaram e não andavam mais com ele”, (Jo 6,66), para as autoridades judaicas Jesus é apenas um louco, um obcecado (Jo 8,48). Somente um louco, um samaritano endemoninhado, podia, com efeito, denunciar os chefes religiosos como filhos do diabo e assassinos (Jo 8,48), e desejar o fim da instituição religiosa que se acreditava fosse desejada pelo próprio Deus. Saiba mais!

 

Como ler o Evangelho de João: o caminho da vida

 

O livro “Como ler o Evangelho de João” mostra que a prática de Jesus se resume num compromisso contínuo e pleno com a vida do povo que sofre. Agindo, Jesus revela qual é o projeto que Deus tem para toda a humanidade. Quem o vê, vê o Pai. Quem lhe dá adesão e o segue, caminha ao encontro do Deus da Vida. O maior sinal no Evangelho de João é Jesus dando a vida por amor. Esse é também o caminho das comunidades comprometidas com Ele. Saiba mais!

 

 

Primeira carta de João: quem ama permanece em Deus

 

 

O livro “Primeira carta de João: Quem ama permanece em Deus”, organizada por Luiz Alexandre Solano Rossi, apresenta ao leitor um dos escritos atribuídos a São João Evangelista. No decorrer do livro, o autor analisa trechos da primeira carta de João acompanhados de comentários e reflexões sobre os escritos. Saiba mais!

 

 

Lendo o Evangelho Segundo João

 

O livro “Lendo o Evangelho segundo João” apresenta elementos inspiradores de práticas ousadas e criativas, que apontam na direção da vida em abundância prometida por Jesus a quem se compromete com sua obra. Mas este comprometimento deve ser radical. Jesus deixou um exemplo exigente, para ser não apenas recordado, mas recriado nas novas situações, diante das novas exigências que a vida no cotidiano apresenta para a comunidade. Saiba mais!

 

 

Tempestades e Calmarias – A história de Tiago e João

 

Os apóstolos Tiago e João foram apelidados por Jesus de Boanerges, que significa “os filhos do trovão”. De temperamento impetuoso e impulsivo, os dois irmãos tiveram por parte de Jesus um tratamento especial, pois foram os únicos, junto com Pedro, que presenciaram acontecimentos importantes da vida dele, como a Transfiguração. Nesta obra em forma de narrativa e com pesquisa atualizada sobre o contexto da época, a autora conta os percalços de um itinerário fascinante e a transformação que os dois discípulos experimentaram no seu relacionamento com o Mestre. Saiba mais!