19 de junho – 12º DOMINGO DO TEMPO COMUM | Paulus Editora

O Domingo
19 de junho – 12º DOMINGO DO TEMPO COMUM

Indicar a um amigo:





QUAL NOSSO COMPROMISSO COM JESUS?

Certo dia, enquanto rezava com seus discípulos, Jesus quis saber deles o que o povo pensava a seu respeito. Como resposta, disseram que o povo o via como um grande profeta, semelhante a tantos outros. O Mestre de Nazaré perguntou então o que eles próprios, do seu círculo de convivência, pensavam. Em nome do grupo, Pedro responde, reconhecendo nele mais que um profeta e o proclamando “o Cristo (Messias) de Deus”.

Depois de pedir aos discípulos que não divulgassem isso, Jesus lhes chama a atenção, para não se iludirem sobre sua identidade, e lhes revela o destino que o esperava em Jerusalém.

O fato é que o Mestre não promete um “mar de rosas” a quem o segue. Ele é realista e não ilude. Faz o convite e não obriga ninguém a segui-lo, a decisão é de cada um.

Sua pergunta é dirigida também a cada um de nós hoje: Quem sou eu para você? Cada um deve dar a própria resposta. Dependendo de qual seja, demonstraremos que tipo de discípula e discípulo somos. Fique claro, porém, que não basta dar uma resposta certa; é necessário assumir a prática certa. Ou seja, a mesma que a de Cristo: curar as feridas, como ele fazia; aliviar a dor da solidão e do desprezo; acolher os pecadores e os discriminados; incluir os pobres e doentes. Em suma, somos convidados a restaurar a vida a seu exemplo, buscando construir um mundo melhor, principalmente para os mais vulneráveis.

Como vemos, Jesus não está interessado em uma resposta feita de palavras. Ele quer que respondamos com gestos concretos. É, com efeito, bastante fácil responder com palavras; o difícil mesmo é assumir na prática suas propostas de renúncia, despojamento, tomar a cruz do dia a dia. Isso tudo envolve aceitar as consequências do discipulado.

Jesus de Nazaré é exigente. Se invocamos qualquer “Jesus” que não nos comprometa com uma sociedade justa, tolerante e fraterna, esse não é o Jesus do Evangelho.

Pe. Nilo Luza, ssp


O Domingo

É um periódico que tem a missão de colaborar na animação das comunidades cristãs em seus momentos de celebração eucarística. Ele é composto pelas leituras litúrgicas de cada domingo, uma proposta de oração eucarística, cantos próprios e adequados para cada parte da missa e duas colunas, uma reflete sobre o evangelho do dia e a outra sobre temas relacionados à vida da Igreja.

Assinar