SURDOS OUVEM E MUDOS FALAM | Paulus Editora

O Domingo – Palavra
SURDOS OUVEM E MUDOS FALAM

Indicar a um amigo:





Na sua passagem pela Decápole, região pagã, Jesus cura um surdo-mudo. Toca os ouvidos e a língua dele, sem medo de se contaminar com a “impureza” de um pagão. Jesus não tem medo de transgredir a lei do puro e do impuro quando ela gera discriminação. O importante, para ele, é a defesa da vida sempre que esta se encontre discriminada, ameaçada ou pouco valorizada. Pelo toque de Jesus, o surdo-mudo começa a ouvir e a falar.

A Palavra de Deus, nas celebrações, é de importância capital. Ela necessita de ouvidos bem abertos para ser acolhida e línguas soltas para ser proclamada. A Bíblia fala com frequência da necessidade de fortalecer a fé na Palavra de Deus, a qual nos convida a não sermos surdos aos seus apelos e não ficarmos mudos diante de suas propostas, mas buscarmos anunciar as maravilhas de Deus e denunciar as injustiças na sociedade.

O tema da surdez é recorrente nos profetas, para falar do fechamento aos apelos de Deus e ao clamor do povo. As curas de surdez realizadas por Jesus nos desacomodam e são fortes chamados à conversão. Não podemos viver surdos à Palavra de Deus e fechados em nós mesmos.

O relato do Evangelho deste domingo é um convite à abertura e à comunicação com os outros. Vivemos no mundo da comunicação e somos bombardeados pelas redes digitais, infelizmente muitas vezes contaminadas com falsas notícias. Necessitamos de discernimento para acolher o que realmente edifica os valores humanos e a convivência fraterna e rejeitar aquilo que pode destruir as relações entre as pessoas.

Cumpre-nos curar bem nossos ouvidos para acolher a autêntica mensagem de Jesus, sermos transformados por ela e proclamar seu projeto de vida e liberdade para todos. Acontece, porém, que os que se propõem viver e divulgar os valores do Evangelho e sair em defesa dos pobres são, não raro, censurados e até perseguidos. Deus nos deu ouvidos para ouvir o grito dos necessitados e a língua para comunicar os valores do seu Reino.

Pe. Nilo Luza, ssp


O Domingo – Palavra

O objetivo deste periódico é celebrar a presença de Deus na caminhada do povo e servir às comunidades eclesiais na preparação e realização da Liturgia da Palavra. Ele contém as leituras litúrgicas de cada domingo, proposta de reflexão, cantos do Hinário litúrgico da CNBB e um artigo que trata da liturgia do dia ou de algum acontecimento eclesial.

Assinar