EPIFANIA: PROLONGAMENTO DO NATAL | Paulus Editora

O Domingo – Palavra
EPIFANIA: PROLONGAMENTO DO NATAL

Indicar a um amigo:





A solenidade da Epifania é o prolongamento da celebração do Natal. Padre José André Jungmann, renomado liturgista austríaco, esclarece o sentido das duas celebrações: “O verdadeiro tema de uma e de outra é o mistério da encarnação, porém na noite de Natal considera-se mais a condescendência do Filho de Deus, que se tornou pobre criatura humana, ao passo que na Epifania o olhar se volta, antes de mais nada, para a grandeza dessa Criança, que já refulge no mundo”.

A celebração tem sua origem no episódio narrado por Mateus: alguns magos, guiados por uma estrela, chegaram de terras estrangeiras para prestar homenagem ao “recém-nascido rei dos judeus”. Essa informação foi compreendida pela Igreja como manifestação de Jesus, não somente ao seu povo, mas aos povos do mundo inteiro, representados pelos magos.

No Antigo Testamento, várias passagens anunciavam a vinda do Salvador, não exclusivamente para o povo de Israel, mas sim para toda a humanidade. O profeta Isaías, por exemplo, põe na boca de Deus as seguintes palavras: “Faço de você uma luz para as nações, para que minha salvação chegue até os confins da terra” (Is 49,6). No Novo Testamento, o velho Simeão bem compreendeu o significado e a importância do Salvador do mundo, pois, ao pegar no colo o Menino Jesus, louvou a Deus, dizendo: “Meus olhos viram a tua salvação, que preparaste diante de todos os povos, luz para iluminar as nações” (Lc 2,31-32).

Na solenidade da Epifania do Senhor, cabe-nos entrar no clima da salvação que Deus, por meio do seu Filho único, realizou em favor da humanidade inteira. Nosso Salvador Jesus Cristo, obediente aos planos do Pai, fez sua parte; agora, ele espera que nós, cristãos e cristãs, nos aproximemos cada dia mais dele, dos seus ensinamentos, do seu afeto, da sua consolação. E que, a partir dessa intimidade com ele, possamos apresentá-lo ao mundo que nos envolve.

Derrama, Senhor Jesus, tua luz sobre todo ser humano; alivia nossas dores; ajuda-nos a viver em paz com todos e reforça nossa disposição para colaborarmos na construção do teu Reino de amor, justiça e fraternidade.

Pe. Luiz Miguel Duarte, ssp


O Domingo – Palavra

O objetivo deste periódico é celebrar a presença de Deus na caminhada do povo e servir às comunidades eclesiais na preparação e realização da Liturgia da Palavra. Ele contém as leituras litúrgicas de cada domingo, proposta de reflexão, cantos do Hinário litúrgico da CNBB e um artigo que trata da liturgia do dia ou de algum acontecimento eclesial.

Assinar