No Dia do Amigo, confira os títulos que falam sobre a importância da amizade na infância | Paulus Editora

Notícias

20/07/2021

No Dia do Amigo, confira os títulos que falam sobre a importância da amizade na infância

Por Imprensa

Indicar a um amigo:





“Um amigo ama em qualquer tempo, e o irmão é para o dia do perigo.” (Pr 17, 17)

Nesta terça-feira, 20 de julho, é comemorado o Dia do Amigo. A data surgiu na Argentina, em 1970, através da iniciativa de Enrique Ernesto Febbraro. A inspiração veio a partir da chegada do homem à lua, ocorrida em 20 de julho de 1969. Para ele, o fato significava uma conquista científica e também uma oportunidade para fazer amigos em outra parte do universo. No Brasil, a adesão à data ocorreu em 1990.

Para celebrar esta data, a PAULUS Editora sugere títulos para abordar o tema da amizade com as crianças. As relações são importantes em todos os momentos da vida. Porém, na infância, as amizades são essenciais, pois trabalham valores como empatia, confiança, respeito, solidariedade, entre outros.

Segundo Christine A. Adams, autora do livro “Seja um bom amigo – Guia para as crianças”, na infância, o ser humano ainda não tem suas capacidades sociais sintonizadas. Com o passar do tempo, as crianças precisam aprender como fazer amigos e como conservar bons amigos, seja no ambiente familiar, escolar ou social. Por isso, é papel da família e dos responsáveis ajudá-las neste processo, aconselhando e oferecendo todo o apoio. Confira abaixo os títulos que podem auxiliar neste processo:

Como ser amigo – um livro sobre a amizade

Na obra “Como ser amigo – um livro sobre amizade”, a autora Molly Wigand fala para as crianças da importância de ter amigos e como a amizade está presente em todos os momentos da vida. Com belíssimas ilustrações de Anne FitzGerald, a obra lançada pela PAULUS Editora chega à sua 6ª reimpressão, reafirmando o sucesso da publicação. Saiba mais.

 

Seja um bom amigo

Escrito por Christine A. Adams, o livro “Seja um bom amigo – Guia para as crianças”, da PAULUS Editora, ensina para as crianças o verdadeiro valor de uma amizade. a obra é voltada para os pequeninos, e principalmente para os pais, professores e outros adultos, que desejam auxiliá-los nessa missão de descoberta das alegrias e tristezas da aventura de ter e ser amigo. As crianças aprenderão a ser compassivas consigo mesmas e com os outros, terão condições de desenvolver a própria empatia diante das outras. Saiba mais.

Amigos, muitos amigos

No livro “Amigos, muitos amigos”, todos podem brincar, ajudar e se alegrar. Não importam as diferenças, sejam elas de cor, raça, credo… Na obra, escrita e ilustrada por Adalberto Cornavaca, os gestos de simpatia, amor e amizade tornam mais agradável a vida de todos os animais que vivem juntos. Através da história, o autor pretende colaborar para que os pequenos leitores se inspirem e criem bons relacionamentos, inclusivos e colaborativos. Saiba mais.

Amarelo

 

Amarelo é um ipê que, por medo do diferente, viverá uma vida de solidão, até que comece a fazer grandes descobertas, que mudarão para sempre a sua existência de árvore, entre elas, a alegria de conviver com amigos, de partilhar suas flores lindas e de ter amigos. A história foi criada a partir de memórias pessoais e da imaginação da autora, além de escrita com muito cuidado para que cada palavra chegasse ao leitor como um sopro de poesia. Saiba mais.

 

A árvore dos meus dois quintais

 

Em “A árvore dos meus dois quintais”, obra infantojuvenil da PAULUS, Jonas Ribeiro conta a história de um menino e sua amizade com uma árvore plantada no quintal de casa. Com narrativa poética, o texto convida o leitor a refletir sobre o carinho e o respeito presentes nesta relação. Além do belíssimo texto, o livro contém lindas ilustrações capazes de transmitir ao leitor a mensagem de que boas amizades podem desabrochar na infância e se prolongar por toda a vida, além de destacar a importância do respeito pela natureza. Saiba mais.

 

O quintal de Aladim


Na obra “O quintal de Aladim”, o leitor acompanha a história do pequeno Amin, que chega ao Brasil de navio, fugindo da guerra na Síria. A obra traduz os sentimentos experimentados pelo personagem: tristeza, saudade, medo, insegurança, expectativa. No novo país, ele passa por muitas mudanças: novo idioma, novos amigos, cheiros, sabores. Na história, Amin é acolhido com muito carinho pelos amigos, que têm curiosidade de conhecer o país do novo colega de turma. Valores como amizade, respeito e aceitação social são trabalhados na narrativa. Saiba mais.