Notícias

14/04/2020

5 livros para cultivar os bons relacionamentos

Por Imprensa

Indicar a um amigo:





Como cultivar e manter os bons relacionamentos em meio ao isolamento social?

Além da crise atual, outro desafio enfrentado por diversas pessoas em virtude do isolamento social é lidar com os relacionamentos. Conviver com pessoas e personalidades distintas todos os dias, não é uma tarefa fácil. Também em muitos casos, conviver consigo mesmo em meio a uma gama de sentimentos, se torna um desafio ainda maior. É preciso desenvolver a capacidade de relacionar-se bem com o outro e com “eu”, mantendo o equilíbrio, o respeito, a harmonia, o cuidado, a paciência, a compreensão e a consciência mútua. Pensando nisso, a PAULUS Editora sugere alguns livros que auxiliam no cultivo de relacionamentos sadios. Trata-se de publicações que revelam como os pequenos detalhes e atitudes podem trazer mudanças significativas para o cotidiano, transformações que geram aprendizado, amor e respeito às diferenças.

Tente ser uma pessoa melhor – Procedimentos que fazem diferença na vida

O que faz uma pessoa ser melhor não consiste nos bens materiais que ela possui, nos cargos que ocupou, ou ainda na quantidade de títulos que acumulou ao longo de sua vida, mas em procedimentos simples, que estão ao alcance de qualquer pessoa, como a bondade, o desapego, o amor ao próximo, a honestidade, a solidariedade, a fé, a perseverança, o perdão, entre outras atitudes que você encontrará neste livro e que não são méritos apenas dos santos ou de alguns privilegiados, mas de qualquer pessoa que queira ser melhor e se esforce para que isso aconteça.

 

 

A arte de conviver – Um olhar inclusivo

Viver com os outros não só é um desafio, como também uma aprendizagem significativa que interpela nossas múltiplas inteligências, emoções, sentimentos, apegos, aceitações e nos encaminha – quando a resposta é saudável – para a maturidade e a autêntica felicidade. Observamos, contudo, que muitos homens e mulheres estão mais solitários que nunca, excluídos; não esperam nem sabem fazê-lo e, além disso, estão desesperados, perderam a paz. É possível reverter esse estado de caos e de angústia social? É possível mudar a solidão por acompanhamento adequado, a exclusão por inclusão, a não espera por moderação, o desespero por esperança e a perda da paz por sossego? Estar sadiamente vinculados implica respeitar, com honestidade e responsabilidade, os outros como a nós mesmos, aprender a compartilhar êxitos e frustrações e reconhecer a igualdade na diversidade.

Amigos da Família

O homem é um ser social e, por isso mesmo, um ser familiar. Precisa dos outros para existir, crescer e sobreviver. A vida humana se caracteriza pela interdependência das pessoas e instituições. Ninguém é uma ilha. A primeira sociedade que a pessoa encontra e da qual depende é a família. O homem é um ser familiar, com a vocação de se preparar para conviver com os outros, em sociedade. A vocação da humanidade é ser uma grande família por desígnio de Deus. Nesta perspectiva, a obra reflete sobre a importância da instituição familiar e aponta caminhos para compreender o papel de cada membro familiar na superação de crises e conflitos atuais.

 

O fator amizade – Como cativar as pessoas de quem você gosta

Cerca de dois milhões de leitores no mundo todo procuram este livro para aprender o segredo de relacionamentos mais significativos. O Dr. Alan Loy McGinnis, orientador e psicólogo, demonstra que o fator amizade – ingrediente essencial do afeto e da solicitude – está no âmago de todo relacionamento. Ao enfatizar que a amizade é o trampolim para todas as outras formas de amor, McGinnis mostra ao leitor como ser uma pessoa mais afetuosa e amorosa, como comunicar-se melhor e como desfazer a tensão em seus relacionamentos. Ele oferece princípios e técnicas que lhe possibilitam cativar as pessoas e descobrir o segredo de amar e ser amado.

 

Curando relacionamentos feridos

O livro lida com muitos aspectos de nossas relações com os outros, especialmente com aqueles de quem somos mais próximos e íntimos. Martin Padovani, psicoterapeuta e padre já há muito tempo, oferece conselhos sábios e práticos sobre como se comunicar, ouvir um ao outro, tornar-se mais próximo e perdoar. Ele orienta sobre como lidar com tempos de perda, cura, sofrimento e ansiedade, especialmente quando tais fases afetam nossos relacionamentos. Além disso, também aborda uma área com a qual quase todos encontram problemas: a do amor-próprio. “Curando relacionamentos feridos” oferece insights e nutrição espiritual, bem como a ajuda prática, atenciosa e experiente de que você precisa para crescer em seu relacionamento com Deus, com os outros e consigo mesmo.