Uma Introdução aos Livros Históricos | Paulus Editora

Releases

20/07/2021

Uma Introdução aos Livros Históricos

Por Imprensa

Indicar a um amigo:





Ficha Técnica
Título: Uma Introdução aos livros históricos
Autor: Nilo Luza
Coleção: A Bíblia e o povo
Acabamento: Brochura
Formato: 13.5 (larg) x 21 (alt)
Páginas: 112
Área de interesse: Bíblica

Obra oferece um estudo dos Livros Históricos da Bíblia, o conteúdo analisa a trajetória de um povo sofrido e sua confiança no Deus libertador

Publicado pela PAULUS Editora, o livro “Uma Introdução aos Livros Históricos”, do autor Pe. Nilo Luza, traz ao público um estudo sobre o segundo grande bloco da Bíblia Sagrada, os chamados “Livros Históricos”, presentes no Antigo Testamento. De acordo com a publicação, não se trata de histórias no sentido moderno, pelo contrário, são crônicas, relatos, testemunhos, experiências fascinantes e histórias edificantes que transformaram a vida dos filhos e filhas de Deus e, ainda hoje, servem de estímulo para a caminhada cristã. A obra enfatiza que esses livros trazem elementos históricos, contudo, não é o seu objetivo principal, é preciso extrair nas entrelinhas a mensagem e finalidade de cada Livro Histórico.

Na avaliação do autor, pode-se dizer que a religião do povo de Israel é histórica.  Conforme os relatos das Sagradas Escrituras, o povo da Bíblia descobriu Javé como seu único Deus, através da história vivida, isto é, aprenderam na prática: Na libertação do povo de Israel do jugo pesado da escravidão egípcia, na organização das tribos de Israel, nos altos e baixos durante o período da monarquia e forte dominação da época. Para o autor, a descrição da história bíblica não se resume apenas nos Livros Históricos, mas está além.

Neste livro, o autor dá inicio ao estudo introduzindo o leitor no contexto histórico. Entretanto, busca identificar por meio de uma análise criteriosa a principal mensagem dos textos sagrados. O trabalho segue a ordem em que cada livro se encontra na Bíblia Católica ou Cristã. Nilo Luza oferece uma explicação dos 16 Livros Históricos. Entre eles: O livro de “Josué”, do hebraico Yehoshuá (“Javé é salvação” ou “Javé salva”),nome de mesma etimologia da palavra Jesus.  Segundo o autor, este livro tem como tema a posse da Terra Prometida e sua divisão entre as doze tribos de Israel. Na sequência – “Juízes”, livro que narra a história de Israel desde a morte de Josué até o fim da época do tribalismo, quando inicia a monarquia com o rei Saul. Este livro também reflete sobre a presença das mulheres no texto sagrado.

O livro de “Rute” gira em torno da imigração de uma família de Belém para Moab e de volta para Belém. O texto é um protesto contra a discriminação das mulheres estrangeiras, pobres e viúvas. Já o primeiro e o segundo livros de Samuel estão interligados, o primeiro traz uma visão crítica da autoridade política. E, o segundo, o relato da vida e do reinado de Davi. Segundo o autor, ambos os livros falam da verdadeira função da autoridade.

Em “1 e 2 Reis” está a reflexão crítica sobre a história do povo de Israel e dos reis que a governavam, assim como a atuação dos profetas. Os livros de “1 e 2 Crônicas” narram  a obra do judaísmo pós-exílico, quando o povo vivia sob a direção de seus sacerdotes, segundo as normas das Leis religiosas. Logo após, o livro de “Esdra” recupera a identidade histórica (Judaísmo) dos repatriados, na base dos três pilares: templo, Lei e raça.  Em seguida, o livro de “Neemias” relata a expulsão dos estrangeiros e a dissolução dos casamentos entre pessoas de religiões opostas.

O livro de “Tobias” traz ensinamentos para as famílias de todos os tempos. Neste livro, estão relatos sobre o respeito mútuo, acolhida, cuidados com os pais e união matrimonial. No livro de “Judite”, o leitor encontra reflexões sobre a mística do povo, que busca viver o projeto de Deus. Na sequência, o livro de “Ester” é visto como uma atualização do êxodo. A narrativa mostra os problemas do pós-exílio, a dificuldade de um judeu fiel em ambiente estrangeiro. Por fim, Pe. Nilo relata os livros de 1 e 2 Macabeus, que tratam do mesmo assunto: Judas Macabeu e seus irmãos que conquistam a liberdade de culto.

Pe. Nilo enfatiza que os “Livros Históricos” narram a história de um povo pequeno, pobre e continuamente dominado por algum dos impérios da época, mas sempre confiantes no Deus justo e libertador. Em “Uma Introdução aos Livros Históricos”, leigos, padres, religiosos (as), agentes de pastorais, estudantes da área bíblica e o público em geral, terão acesso a uma leitura dinâmica da caminhada do povo de Israel. Além da explicação dos livros, em cada comentário será possível identificar os grandes exemplos de vivência e aplicação da fé em momentos turbulentos, vividos pelo povo de Deus. Ao final de cada livro, o autor ainda oferece uma breve conclusão do estudo proferido.

Nilo Luza nasceu no Rio Grande do Sul. Entrou no Seminário Paulino em Caxias do Sul, onde iniciou sua caminhada vocacional. Em São Paulo, cursou Filosofia e Teologia no Instituto São Paulo de Estudos Superiores (ITESP). Fez especialização em Bíblia na Faculdade de Teologia Nossa Senhora da Assunção. Há muitos anos, é redator de LITURGIA DIÁRIA e de O domingo, subsídios litúrgicos publicados pela PAULUS Editora.