COM MARIA, CAMINHAR RUMO A UM NOVO TEMPO | Paulus Editora

O Domingo – Palavra
COM MARIA, CAMINHAR RUMO A UM NOVO TEMPO

Indicar a um amigo:





No primeiro dia do ano, celebramos a solenidade de Santa Maria, Mãe de Deus. Neste dia, nossos olhos se abrem para contemplar aquela que nos trouxe o Salvador. Para nós, cristãos, é um privilégio iniciar o ano com a proteção, a intercessão e as bênçãos da nossa querida Mãe – marcadamente neste tempo de expectativa de saída da experiência amarga de convivência com a pandemia.

Neste clima de preocupação, mas também de transmissão de votos de paz, de alegria e de esperança, Maria nos ajuda a compreender que os anseios por um mundo novo só se concretizam quando somos capazes de discernir com clareza os sinais da presença de Deus em nossa história. Com sua fidelidade e obediência ao Pai, ela assume um papel particular no evento da salvação, porque é portadora daquele que traz a paz, a liberdade, a justiça, o amor e a vida plena.

Deus é o grande parceiro do ser humano na realização dos seus sonhos, desejos e aspirações. É solidário com seu povo e acompanha, com seu amor, as lutas diárias de seus filhos e filhas. Por meio da maternidade divina de Maria, ele veio ao encontro da humanidade para derramar bênçãos e graças, que se traduzem em esperança num futuro melhor, em anseio por vida plena e em liberdade para todos.

Na festa de hoje, Maria é a mãe que nos ensina a refletir sobre a presença de Deus nos fatos obscuros da vida. Ela estava junto com José e o recém-nascido, deitado numa manjedoura. Embora esta não fosse lugar adequado para uma criança que havia acabado de ser dada à luz, foi exatamente nessas condições que Maria experimentou a proteção de Deus, que não desampara seu povo. Ela conservava e meditava cuidadosamente todos os acontecimentos no coração. Com isso, mostra-nos que podemos ter plena confiança em Deus, deixar que ele guie, oriente e conduza nossos passos.

A visita dos pastores ao recém-nascido demonstra a opção que Deus fez por todos aqueles que se encontram nas “manjedouras” do nosso tempo, carentes de dignidade. A exemplo dos pastores, cabe-nos ter pressa para ir ao encontro desses nossos irmãos, a fim de anunciar-lhes e assegurar-lhes, com nosso agir solidário, que a Mãe de Deus trouxe ao mundo aquele que veio proteger os pobres, ajudar os fracos e consolar os tristes.

Ingressemos na escola de Maria, discípula fiel do Pai, e supliquemos que sua intercessão alcance bênçãos e graças necessárias para todo o povo brasileiro, com particular atenção às famílias afetadas pelas consequências trazidas pela Covid-19. Que o ano que se inicia seja tempo de verdadeira paz, justiça, vivência dos valores do Evangelho e defesa da vida. Feliz ano-novo!

Pe. Roni Hernandes, ssp


O Domingo – Palavra

O objetivo deste periódico é celebrar a presença de Deus na caminhada do povo e servir às comunidades eclesiais na preparação e realização da Liturgia da Palavra. Ele contém as leituras litúrgicas de cada domingo, proposta de reflexão, cantos do Hinário litúrgico da CNBB e um artigo que trata da liturgia do dia ou de algum acontecimento eclesial.

Assinar