Falece, aos 93 anos, o teólogo suíço Hans Küng | Paulus Editora

Notícias

07/04/2021

Falece, aos 93 anos, o teólogo suíço Hans Küng

Por Imprensa

Indicar a um amigo:





Faleceu nesta terça-feira, 6 de abril, o padre, teólogo e professor universitário Hans Küng. Ele tinha 93 anos e morreu na cidade de Tübingen, na Alemanha. Küng ficou conhecido por sua oposição à Igreja Católica e é destacado como um dos principais teólogos dos séculos XX e XXI.

Hans Küng nasceu na Suíça, em 19 de março de 1928. Desde muito jovem, sofreu com o nazismo e a guerra, fatos que marcaram sua vida. Ele estudou Filosofia e Teologia na Universidade Gregoriana em Roma e, em 1954, foi ordenado sacerdote. Fez seu doutorado em Paris, no Institut Catholique. Küng foi professor da Universidade de Tübigen entre 1960 e 1996, onde tinha grande prestígio. Foi nesta mesma cidade que ele fundou o Instituto de Pesquisa Ecumênica e a Fundação de Ética Global.

O teólogo foi nomeado consultor teológico do Vaticano e teve um papel central na redação do documento final do Concílio Vaticano II, entre 1962 e 1965. O Papa São João XXIII passou a admirá-lo e deu-lhe o título de “jovem teólogo rebelde”. Küng foi um grande crítico da Igreja Católica ao questionar, por exemplo, o dogma da infalibilidade papal. Por essa razão, a Congregação para a Doutrina da Fé o impediu de lecionar como teólogo católico. Em 2005, Küng foi convidado para uma audiência com o Papa recém-eleito Bento XVI, ex-colega da Universidade de Tübigen e de quem discordava em muitas questões teológicas. Segundo o Vaticano, o encontro aconteceu “em clima amistoso”, mas não teve desdobramentos.

Entre suas publicações mais conhecidas, destacam-se: “Projeto de Ética Mundial”; “Uma Ética Global para a política e a economia mundiais” e “Ética Mundial e responsabilidades globais: duas declarações”. Pela PAULUS Editora, Hans Küng publicou o livro “A Igreja tem salvação?”, em 2012. Na obra, o autor analisa o passado, o presente e o futuro da Igreja e aborda temas como o Concílio Vaticano II, a Reforma Protestante, entre outros. A obra atualmente está em sua 3ª reimpressão. Saiba mais.