Dicas de Leitura – Dia do jornalista | Paulus Editora

Notícias

06/04/2021

Dicas de Leitura – Dia do jornalista

Por Imprensa

Indicar a um amigo:





No dia 7 de abril comemora-se o Dia do Jornalista. A data homenageia os profissionais da mídia, responsáveis por levar informação e formação de qualidade para a sociedade.

A data foi escolhida por causa de dois eventos que marcaram a sociedade. Neste dia – no ano de 1908 – foi criada a Associação Brasileira de Imprensa (ABI), que instituiu a data há 90 anos. O dia 7 de abril também marca a abdicação do trono por Dom Pedro I, ocorrida em 1831, fato que deu fim ao primeiro reinado. Um dos estopins para a abdicação foi o assassinato de Giovanni Battista Líbero Badaró, fundador do “Observador Constitucional”, veículo de imprensa que fazia oposição ao reinado de Dom Pedro I. A morte de Líbero Badaró causou grande comoção e tornou a situação política insustentável para o monarca.

Para comemorar a data, a PAULUS Editora sugere dois títulos da coleção “Repórter”, publicações que, através da pesquisa e apuração, levam o leitor a inserir-se  numa realidade muitas vezes desconhecida, denunciando as situações de violência e abuso. Além disso, entre as indicações, estão textos que falam sobre a importância do combate às notícias falsas, que tanto circulam nas redes sociais. Os livros estão disponíveis na versão impressa e digital. Confira os títulos abaixo:

O peso do jumbo: histórias de uma repórter de dentro e fora do cárcere

Apurado em presídios de São Paulo e do Rio Grande do Sul, o livro-reportagem “O peso do jumbo” traz histórias da jornalista Karla Maria de dentro e fora do cárcere. A publicação da PAULUS Editora apresenta a realidade dos presidiários no Brasil e a de todos que convivem com essas pessoas antes, durante ou depois do cumprimento da pena. “Por meio do livro, espero que as pessoas entendam a dificuldade de aprisionar pessoas sem possibilitar que elas se ressocializem, oferecendo mão de obra para o crime organizado. É preciso combater a falácia de que a segurança pública tem uma solução fácil”, aponta a autora. Saiba mais.

 

Filhos dos Rios: pobreza, abuso e exploração sexual no Marajó (PA)

Na obra “Filhos dos Rios – Pobreza, abuso e exploração sexual no Marajó (PA)”, o jornalista Matheus Macedo relata com detalhes a sua experiência de 20 dias na região Amazônica. A Ilha de Marajó foi escolhida para que o jovem repórter colocasse em prática o seu trabalho de investigação, que começou um ano antes da viagem. O resultado aponta uma região carente de necessidades básicas e principalmente de apoio governamental. Por meio de pesquisas e entrevistas, o livro-reportagem traz dados alarmantes de abuso e exploração sexual infantil, situação comum nas histórias das famílias dessa região.
Saiba mais.

 

Fake Pope – As falsas notícias sobre o Papa Francisco

Em “Fake Pope – as falsas notícias sobre o Papa Francisco”, os autores Nello Scavo e Roberto Beretta ajudam a desmistificar as notícias falsas e boatos que envolvem o Pontífice. Segundo os autores, a figura do Papa é alvo de mentiras há séculos. Na obra, os autores – reconhecidos por cobrir a vida eclesiástica –, apontam algumas falsas notícias, abordam a necessidade de ser discutido o tema e alertam sobre a importância da busca e da averiguação dos fatos, sobretudo em tempos de amplo debate social pela opinião pública – sobretudo no âmbito digital – pois as fake news se tornaram armas poderosíssimas.
Saiba mais.