Como gerir bem uma paróquia – A paróquia como empresa do terceiro setor e suas seis categorias de gestão | Paulus Editora

Notícias

17/02/2021

Como gerir bem uma paróquia – A paróquia como empresa do terceiro setor e suas seis categorias de gestão

Por Imprensa

Indicar a um amigo:





Na obra “Como gerir bem uma paróquia – A paróquia como empresa do terceiro setor e suas seis categorias de gestão”, o autor Pe. José Carlos Pereira aborda o tema da administração paroquial em sua totalidade. O livro estuda de maneira profunda as seis categorias de gestão necessárias para uma boa administração paroquial, entre eles estão as seguintes gestões: financeira, patrimonial, pastoral, pessoal, espiritual e missionária. De acordo com o autor, o objetivo é contribuir para que os gestores paroquias possam gerir a paróquia de forma lúcida, transparente e eficiente.

Além disso, a publicação traz orientações do governo para empresas do terceiro setor, na qual estão enquadradas as paróquias e as Mitras Diocesanas. Para elucidar o tema do terceiro setor, na apresentação do livro, Dom Paulo Cezar Costa, Bispo diocesano de São Carlos – SP, explica que a paróquia é uma instituição religiosa, mas também possui personalidade jurídica e, por isso, está sujeita às leis do Estado brasileiro. Deve, portanto, prestar conta da sua administração não só a Mitra Diocesana, mas também, por meio da Mitra Diocesana à Receita Federal, devendo atuar em acordo com a legislação brasileira. Com isso, observa-se a importância de uma boa organização e administração eclesial.

Neste livro, Pe. José Carlos trabalha junto aos fiéis, conceitos importantes que fazem parte do cotidiano paroquial, isto é, conceitos de administração, gestão financeira e gestão patrimonial tais como: dízimo, coletas, taxas, vendas, doações etc. No patrimonial, administração de bens e imóveis; manutenção e gestão da Igreja, veículos moveis entre outras abordagens. Outro elemento primordial presente no conteúdo é a gestão de pessoas e gestão pastoral. Por fim, a obra reflete sobre a gestão missionária, como a orientação e o acompanhamento espiritual; os retiros; os métodos de oração; as formações missionárias; projetos e investimentos. Saiba mais!