Colunistas

Comunicação

21/08/2013

A comunicação na Igreja não é apenas um setor ou pastoral

Por Jakson F. de Alencar

Indicar a um amigo:





“O que vimos e ouvimos,nós agora lhes anunciamos para que vocês estejam em comunhão conosco. Essas coisas escrevemos para vocês, afim de que a nossa alegria seja completa” (1Jo 1,3-4).

A Igreja, seguindo o mandatode seuSenhor, Jesus Cristo, tem se esforçado desdeo inícioparacontinuarde maneiraeficazo anúncioda boa notícia, a chegadado reinoe suaampliaçãona humanidade, a transformação do mundo, paraquetodostenham vidaemabundância. Desdeos apóstolos, dentreos quaisse destacou sãoPaulo pelousodos meiosdisponíveisemseutempoparao anúncioda boa-nova – as estradasdo impérioromanoe as cartas–, a Igrejatem procurado as melhoresmaneirasde comunicar-se. Tambémna atualidade, sobretudoa partirdo decretoInter Mirifica (sobre osmeios decomunicação) doVaticano II,elaprocura pôr-se aomesmopasso dosmeiosatuais,em aceleradaevolução.Comunicarbem oevangelho, noentanto,comojá lembrava oapóstolo dosgentios,não significa amoldar-se àsestruturas destemundo; énecessária a transformaçãopela renovação damentalidade, distinguindoqual é avontade deDeus (Rm 12,2).

Acomunicaçãodoevangelho,então,precisateroperenecuidadodenãoseigualaràcomunicaçãoatual, decarátermercantilistae muitasvezesvoltada adarsuporteaestruturaseconômicas epolíticasinjustas, colaborandoparaaalienação, amanipulaçãoe a “formação” deconsciênciassegundointeresseseobjetivosinconfessos.

Aocontrário, acomunicaçãocristã atuaparaajudaraimpregnarasociedadedevaloreshumanoseevangélicos,paraquehajamaisvidae a “nossaalegriasejacompleta”: aalegriadeanunciare aalegriadequemconsegueempreenderumencontroverdadeiroeprofundocomoCristo, transformando-se e dandomaiorsentidoàvidapessoalesocial.

Por isso é importante, além do cuidado de promover os meios de comunicação católicos e a pastoral da comunicação, não considerar a comunicação uma atividade setorial, a ser somada a todas aquelas que a obra da evangelização já inclui. Segundo a instrução pastoral Aetatis Novae, n. 17, “a comunicação tem, de fato, uma contribuição a dar a todos os aspectos da missão da Igreja”, todas as suas dimensões e estruturas precisam comunicar-se.

nenhum comentário

Igreja omunhão