São João de Deus, religioso (memória facultativa) | Paulus Editora

Santo do dia

09/03/2021

São João de Deus, religioso (memória facultativa)

08-marInúmeros são os caminhos da santidade, como demonstra a vida deste extraordinário santo. João Ciudad nasceu em Montemor-o-Novo, perto de Évora (Portugal), a 8 de março de 1495. Com 8 anos fugiu de casa. Em Oropesa, na Nova Castela, onde parou a primeira vez, como não soubessem seu nome, começaram a chamá-lo de João de Deus e pegou. Até aos 27 anos foi pastor e camponês. Depois alistou-se entre os soldados de aventura. Na célebre batalha de Pavia entre Carlos V e Francisco I ele estava entre os vencedores, com Carlos V. Mais tarde participou da defesa de Viena, contra Solimão II.

Terminada a aventura militar, com algum dinheiro no bolso, viajou pela Europa e acabou indo para a África. Lá fez de tudo, até vendedor ambulante em Gibraltar. De volta abriu uma pequena livraria em Granada. Foi aí que, ouvindo um sermão de João de Ávila, ele trocou de vida. Vendeu tudo e deu aos pobres. Ficou até descalço e andava pelas ruas de Granada pedindo esmola e pronunciava a frase que se tornaria o emblema de uma instituição: “Fazei bem, irmãos, a vós mesmos”.

Foi mal interpretado pela gente que o pôs num hospício. Foi providencial por que João, apenas se livrou daquele inferno, fundou um hospital onde realmente se curavam os doentes com humanidade usando um método seguido quatro séculos mais tarde por Freud. E também sem estudos de medicina, João de Deus superava os médicos na eficiência das curas.

A cura do espírito era uma premissa muito eficaz para a cura do corpo. João de Deus recolheu seus colaboradores numa grande família religiosa: os Fazei-bem-irmãos. João morreu aos 55 anos precisamente no dia do seu aniversário, 8 de março de 1550. Foi canonizado em 1690. Leão XIII o declarou padroeiro de todos os hospitais e de todos os que trabalham para restituir a saúde aos enfermos.

Extraído do livro:
Um santo para cada dia, de Mario Sgarbossa e Luigi Giovannini.