Releases

23/09/2020

Santa Gemma Galgani – entre Deus e o diabo

Por Imprensa

Indicar a um amigo:





Ficha Técnica
Título: Santa Gemma Galgani – entre Deus e o diabo
Autor: Padre José Carlos Pereira, CP
Catálogo: Hagiografia
Acabamento: Brochura – PUR
Formato: 13.5 (larg) x 21 (alt)
Páginas: 388
Áreas de interesse: Santas cristãs, hagiografia

Obra relata a história de Santa Gemma Galgani, a primeira santa do século XX, que viveu no corpo as dores e as marcas de Jesus Cristo.

Escrita por Padre José Carlos Pereira, CP, obra resgata com riqueza de detalhe a história de Santa Gemma Galgani. Trata-se do fruto de uma vasta pesquisa bibliográfica e de campo, onde o autor visitou o santuário de Santa Gemma, na cidade de Lucca, região da Toscana, Itália e  buscou registrar com o máximo de fidelidade a vida da santa, de sua família, seus amigos e confidentes, bem como lugares onde ela viveu.

Padre José Carlos apresenta Santa Gemma (1878-1903), como uma das santas mais enigmáticas do século XX e da história da Igreja. “Viveu dramas espirituais que a levavam, em frações de segundo, do céu ao inferno. Foi tida como louca e fanática por alguns e como santa por muitos e pela Igreja”. De acordo com o autor, Santa Gemma tinha vocação para a santidade. Nasceu para ser santa e viveu já neste mundo esse processo que culminou na sua canonização (1940). Destacavam-se em sua vida, seus frequentes encontros com Deus, por meio dos seus mediadores, São Gabriel da Virgem Dolorosa e Nossa Senhora das Dores, além de um anjo que vinha constantemente visitá-la, trazendo-lhe recados de Deus, e a presença do próprio Cristo crucificado, que falava com ela em suas dores. O diabo lhe procurava também com a mesma frequência, sempre para tentá-la e desviá-la do caminho.

O autor ainda apresenta fatos surpreendentes sobre Santa Gemma, como a autobiografia roubada e queimada pelo diabo, e depois recuperada mediante um ato de exorcismo de seu diretor espiritual; os estigmas de seu corpo, que ela escondia como vergonha; as surras que o diabo lhe dava, deixando-a desfalecida; seus contatos diretos com Jesus e seu anjo da guarda; a vinda de um de seus irmãos para o Brasil, onde recebeu o primeiro milagre da irmã sem saber que ela já se encontrava em processo de canonização, entre tantos outros.

A minuciosa obra ainda traz aspectos da Igreja e sociedade da época; da região onde nasceu e viveu; fala sobre a família de Santa Gemma e outras famílias importantes em sua vida. Também sobre a infância, a vida na escola e a escola da vida; sobre sua adolescência – perdas e ganhos; as debilidades e sofrimentos; seus contatos com Nossa Senhora das Dores e com Jesus. Entre outros detalhes que envolvem o diabo; os sonhos; os últimos dias e a morte, assim como a canonização e um resumo biográfico de Santa Gemma Galgani.

José Carlos Pereira é padre passionista, tem pós-doutorado em Antropologia Social, doutorado em Sociologia, mestrado em Ciências da Religião, bacharelado em Teologia e licenciatura plena em Filosofia. É autor de mais de noventa obras, em diversas áreas, publicadas no Brasil e exterior, além de algumas traduções. Pela PAULUS tem mais de vinte títulos publicados, além dos comentários espirituais do Diário de Santa Gemma Galgani, e da apresentação e revisão da tradução da autobiografia dessa santa, intitulada O caderno dos meus pecados. Preta assessoria em dioceses e paróquias do Brasil.