Paulo e o Dom | Paulus Editora

Releases

15/10/2018

Paulo e o Dom

Por Imprensa

Indicar a um amigo:





Ficha Técnica 
Título: Paulo e o dom
Autor: John M. G. Barclay
Coleção: Biblioteca de estudos bíblicos
Acabamento: Brochura
Formato: 16 (larg) x 23 (alt)
Páginas: 584
Interesse: Bíblia

A obra situa os termos e conceitos relevantes, tanto de Paulo quanto da tradição judaica, dentro da categoria de “dom”. “Conceitos de “dom” têm sido usados ao longo dos séculos para mapear tendências sociais e intelectuais, chegando até as peculiaridades atuais do capitalismo pós-moderno, ocidental”.

O livro Paulo e o Dom é um trabalho de John M. G. Barclay, considerado um dos maiores biblistas da atualidade. Fruto de quase dez anos de intensa pesquisa e estudos, dos quais quatro foram dedicados para sua escrita. Ou seja, um livro com uma leitura teológica cheia de novidades, bem como uma exegese responsável e plausível.

“Paulo é famoso por falar de Cristo com a linguagem do dom”. Para Paulo, Jesus é o dom e n’Ele os pecados de todos os homens e mulheres foram extirpados (Gl 1,4). Para a compreensão do termo “dom”, na literatura paulina, encontra-se uma enorme variedade de equivalentes. Assim, o autor vai se debruçar sobre uma rica bibliografia e inúmeros autores.

O conteúdo do livro é amplo, denso e traz uma leitura inovadora sobre o apóstolo Paulo. O título, Paulo e o Dom, tem uma dupla nuance. A princípio vê na teologia de Paulo a intensidade da antropologia do dom, mas também indica o foco literário na doação divina do dom, o que, para Paulo, é realçado e realizado no dom de Cristo, o dom por excelência.

Na primeira parte do livro, encontra-se a base de toda a teoria do autor. Três capítulos que lançam um caminho da antropologia do dom, bem como ferramentas cruciais para a discussão e compreensão de Paulo nos textos de Agostinho e de Lutero na ótica do Novo Testamento. Na segunda parte, sobre o dom divino no judaísmo do Segundo Templo, oferece uma compreensão alternativa da obra Paulo, a Lei e o povo judeu (São Paulo: PAULUS/Academia Cristã 2008).

Na terceira parte, a obra oferece uma leitura de uma parte da carta aos Gálatas a partir da perspectiva da teologia paulina da graça, com sua lógica teológica, mas agregada com um estilo que vai além da tradição da reforma, da visão agostiniana e da “nova perspectiva de Paulo”. Na parte final do livro, declina-se uma consistente leitura de Romanos, com alguns textos selecionados, mas observando sua coerência integral da carta. A conclusão apresenta a  obra com vários tópicos abordados como contribuições-chave vistos em conjunto.

John M. G. Barclay é professor da Universidade de Durham, Inglaterra. Considerado um dos maiores biblistas da atualidade, suas pesquisas se concentram, sobretudo, em temas como Novo Testamento e judaísmo do Segundo Templo.