Padre Pio – O mistério do Deus próximo | Paulus Editora

Releases

03/09/2019

Padre Pio – O mistério do Deus próximo

Por Imprensa

Indicar a um amigo:





Ficha Técnica
Título: Padre Pio – O mistério do Deus próximo
Autor (a): Saverio Gaeta
Coleção: Biografias
Acabamento: Brochura
Formato: 13.5 (larg) x 21 (alt)
Páginas: 120
Área de interesse: Hagiografia

Obra traz a história de São Pio de Pietrelcina

“Pedir a Jesus que nos faça santos não é vaidade nem audácia, porque é o mesmo que desejar amá-lo com grande amor.” Pe. Pio

A PAULUS Editora apresenta a obra “Padre Pio – O mistério do Deus Próximo”, escrito pelo autor Saverio Gaeta, com a extraordinária vida de Francisco Forgione, conhecido no mundo inteiro com o nome de padre de Pio, o santo de Pietrelcina.

O livro narra às origens de Padre Pio, seus trabalhos de evangelização, sua fé e intimidade com Deus, sua trajetória na Ordem dos Frades Menores Capuchinhos, sua ordenação sacerdotal, sua vida no convento de San Giovanni Rotondo (Foggia, Itália), o dom da bilocação, o dom da levitação, suas curas milagrosas e, o surgimento dos primeiros estigmas invisíveis, que mais tarde, se transformariam, em chagas visíveis nas mãos, nos pés e na lateral do tronco.

Em Padre Pio – O mistério do Deus próximo, o leitor poderá compreender como desde cedo, Padre Pio fez a sua escolha por Deus. O livro conta que, desde criança ele conseguia ver com seus próprios olhos Jesus, Maria, anjos e demônios. E achava que os outros, principalmente os religiosos, também os pudessem ver. Aos dezesseis anos, em 1903, ele ingressa no convento dos frades Capuchinhos e começa sua vida de doação, amor e entrega a Deus.

Padre Pio nasceu na pequena cidade de Pietrelcina (Benevento, Itália), em 1887. Desde criança, o menino Francisco Forgione já sentia a necessidade de dar-se inteiramente a Deus. De acordo com a publicação de Saverio Gaeta ainda menino, junto ao altar da Igreja paroquial, Francisco teve a visão do Coração de Jesus, que lhe fez um sinal para aproximar-se e lhe colocou a mão sobre a cabeça, mostrando apreciar e querer confirmar a oferta que Francisco lhe havia feito de consagrar-se ao seu amor.

Desde 1916, residiu no convento de San Giovanni Rotondo (Foggia, Itália), onde recebeu o nome de Padre Pio. Morreu em 23 de setembro de 1968. Depois de uma intervenção pessoal do papa João Paulo II, em 1983 foi aberto o processo canônico sobre a vida, as virtudes e os milagres de padre Pio, que se concluiu com a beatificação (em 2 de maio de 1999) e a canonização (em 6 de junho de 2002) do primeiro sacerdote estigmatizado da história, nomeado assim, São Pio de Pietrelcina.

O livro, da Coleção Biografias, descreve como Padre Pio (1910 – 1997) foi um homem de fé, esperança, coragem, com uma espiritualidade cristocêntrica e eucarística. Nesta obra, Saverio Gaeta relata a história de um santo cuja intimidade com Jesus Sacramentado lhe rendeu forças para realizar seu trabalho com as almas. A leitura convida o leitor a fortalecer a fé e, a intimidade com o Senhor.