Obras completas – São Luís Maria Grignion de Montfort | Paulus Editora

Releases

18/10/2021

Obras completas – São Luís Maria Grignion de Montfort

Por Imprensa

Indicar a um amigo:





Ficha Técnica

Título: São Luís Maria Grignion de Montfort – Obras completas
Autores: Missionários Monfortinos
Coleção: Clássicos do Cristianismo
Acabamento: Capa Dura
Formato: 13.5 (larg) x 21 (alt)
Páginas: 1594
Área de interesse: Espiritualidade, Virgem Maria

A PAULUS Editora, em parceria com os Missionários Monfortinos, publica “São Luís Maria Grignion de Montfort – Obras completas”, material inédito no Brasil. Na apresentação da obra, Padre Luiz Augusto Stefani, smm, Superior Geral dos Missionários Monfortinos, afirma que a publicação é uma resposta a todos aqueles que buscam na espiritualidade monfortina um horizonte para sua missão.

Conhecido, sobretudo, pelo “Tratado da verdadeira devoção à Santíssima Virgem Maria” e “O amor da Sabedoria Eterna”, Montfort destaca-se por seu amor e devoção a Nossa Senhora e seu empenho missionário. É considerado um dos pioneiros no campo da mariologia, sendo conhecido como o apóstolo do Oeste da França.

São Luís Montfort nasceu em 31 de janeiro de 1673 em Montfort-La-Cane, na Bretanha, e passou a maior parte de sua infância na cidade de Iffendic. Estudou no colégio Saint-Thomas de Rennes, dirigido pelos jesuítas. Em 1695, entrou no Seminário Menor de Saint-Suplice. Ao assumir a função de bibliotecário, Grignion teve acesso a diversos escritos espirituais. Nesta experiência, nasce o “Caderno de Anotações”, que o acompanhará durante suas diversas peregrinações.

Em 5 de junho de 1700 foi ordenado sacerdote. Tinha o desejo de ser um grande missionário no exterior, mas foi desaconselhado da ideia. No ano seguinte, tornou-se capelão no Hospital Geral da Diocese de Poitiers. Enfrentou grandes provações neste local, pois foi hostilizado por bispos e padres. Em 1706, obrigado a deixar a cidade, foi em peregrinação a Roma, onde foi recebido pelo Papa Clemente XI e recebeu o título de missionário apostólico. Em meados de 1708 voltou à região de Nantes, onde as missões vão seguir-se numa cadência rápida. Neste local manda erigir um Calvário, como um memorial. Ali também dedicou-se ao atendimento dos pobres e sofredores.

São Luís Maria Grignion fundou a Congregação das Filhas da Sabedoria, a Congregação dos Irmãos de São Gabriel e a Companhia de Maria, dos Padres Missionários Monfortinos. Com os Irmãos, que já trabalhavam com ele nas missões ou nas escolas assistenciais, forma o primeiro núcleo da sua companhia de missionários e surgem as Regras, que serão o fundamento de suas famílias espirituais. Grignion faleceu durante uma missão em Saint-Laurent-sur-Sèvre, em 28 de abril de 1716, aos 43 anos de idade.

As “Obras completas” estão dividas em três partes. A parte 1 apresenta-o como escritor espiritual. Nesta seção estão contidos os principais escritos, como “O amor da Sabedoria Eterna”, “Tratado da verdadeira devoção à Santíssima Virgem Maria”, “O Segredo de Maria”, “O Segredo Admirável do Santo Rosário”, “Cinco métodos para se rezar santamente o Rosário, atraindo sobre si a graça própria dos mistérios da vida, da paixão e da glória de Jesus e de Maria”, além da “Carta Circular aos Amigos da Cruz”.

Na parte 2, intitulada “O missionário”, o volume introduz as cartas de São Luís Maria Grignion de Montfort, entre os escritos estão: “Contrato de aliança com Deus”, “Regras da pobreza voluntária da Igreja primitiva”, “O Livro dos Sermões”, entre outros. Já a parte 3 apresenta Montfort como “o fundador”, trazendo as regras e orientações gerais às congregações e institutos fundados por ele. A publicação oferece ao leitor ainda “Os Cânticos”, que tinham como objetivo “converter, fortificar, ensinar, fazer caminhar no seguimento do Cristo Jesus, Sabedoria eterna e encarnada, todas as almas remidas pelo sangue divino”.

“Temos nas mãos um instrumento muito útil. Lido com atenção, será o nosso grande aliado no caminho da santidade. Levar-nos-á ao encontro de Jesus Cristo, a Sabedoria Eterna, o fim último da vida de São Luís Maria; ajudar-nos-á a entender o papel de Maria Santíssima no projeto de salvação e abrirá o nosso coração aos pobres, os preferidos de Deus”, afirma Padre Luiz Augusto Stefani, smm.

A presente publicação faz parte da coleção “Clássicos do Cristianismo”, que oferece ao leitor importantes textos espirituais de grandes santos da Igreja, como Santo Antônio de Pádua, Santa Teresa de Jesus, Santa Catarina de Sena, São João Maria Vianney, entre outros.