Releases

02/10/2019

Meio-Dia, Dona Maria! Panela no fogo, barriga vazia!

Por Imprensa

Indicar a um amigo:





Ficha Técnica
Título: Meio-Dia, Dona Maria! Panela no fogo, barriga vazia!
Autor (a): Roseana Murray
Ilustrações: Caó Cruz Alves
Coleção: Arteletra
Acabamento: Brochura
Formato: 21 (larg) x 27.5 (alt)
Páginas: 32
Área de interesse: Infantil

Obra infantil conta histórias do cotidiano das pessoas

A PAULUS Editora lança a obra “Meio-Dia, Dona Maria! Panela no fogo, barriga vazia!”, novidade editorial escrita por Roseana Murray e ilustrada por Caó Cruz Alves.

O livro traz várias histórias relacionadas ao dia a dia das pessoas: seus afazeres; trabalhos; as rotinas de homens e mulheres comuns. Como por exemplo, o cotidiano de uma cozinheira, ansiosa à espera do consertador de panelas.

Outra rotina interessante desse enredo é o trabalho dos feirantes. Segundo a autora, eles gritam seus pregões de uma barraca à outra, as palavras se misturam e com isto, é possível lembrar a seguinte questão: O que será que ainda falta?

Na obra de Roseana Murray, é possível conhecer a rotina do vendedor de amendoim, é ele, quem recorda aos leitores, o gosto de festa, o gosto de escurinho do cinema com amendoim bem quentinho e torradinho.

O caminhão de frutas, abarrotado de melancias vermelhas, jacas, abacaxis, abacates, pera, uva e maçãs, um grande pomar ambulante, faz parte do trabalho do vendedor de frutas. Além disso, Roseana Murray apresenta a rotina da avó que faz uma deliciosa cocada, do vendedor de redes de diversas cores, rendas e tamanhos. Também tem a história do metaleiro e sua carroça de ferro-velho que passa pela a vizinhança de porta em porta. Esses e outros personagens são retratados no livro de maneira leve e em formato de poesia.

Em “Meio-Dia, Dona Maria! Panela no fogo, barriga vazia!”, a linguagem poética, utilizada na obra, com ilustrações de Caó Cruz Alves, ganha espaço e traduz de maneira divertida e repleta de poesia, o dia a dia dos bravos trabalhadores.

Roseana Murray nasceu no Rio de Janeiro em 1950. É graduada em Literatura e Língua Francesa pela Universidade de Nancy, recebeu vários prêmios ao longo de sua carreira e tem uma extensa bibliografia de poesias e contos direcionada ao público infantil e infantojuvenil. Possui mais de 100 livros publicados.

 Caó Cruz Alves é soteropolitano, cartunista, ilustrador e animador.  Todos os dias, acorda cedo e pelas ruas da Bahia, gosta de registrar em seu caderno os traços de pessoas comuns que fazem a vida acontecer no dia a dia.