Helder Camara: Quando a vida se faz Dom | Paulus Editora

Releases

14/01/2022

Helder Camara: Quando a vida se faz Dom

Por Imprensa

Indicar a um amigo:





Ficha Técnica
Título: Helder Camara: Quando a vida se faz Dom
Autor (a): Eduardo Hoornaert
Coleção: Teologia da vida
Acabamento: Brochura
Formato: 13,5 (larg) x 21 (alt)
Páginas: 376
Área de interesse: Teologia

Obra narra a biografia do Servo de Deus: Dom Helder Camara

A PAULUS Editora apresenta ao público a obra “Helder Camara: Quando a vida se faz Dom”, escrita por Eduardo Hoornaert. Esta publicação sobre Dom Helder Camara (1909-1999) inaugura a coleção Teologia da vida, que trará aos leitores diferentes biografias de personalidades que marcaram a história da Igreja no Brasil, por meio do testemunho de vida, fé, amor, doação ao próximo e compromisso com o Evangelho de Cristo.

O livro traz relatos de quem conheceu, trabalhou e compartilhou de perto vários dos episódios contados e, após um amplo estudo biográfico, o autor registrou os momentos marcantes da vida de Dom Helder, partindo desde a sua infância, ingresso no seminário, ordenação sacerdotal, o bispado na diocese de Olinda e Recife, viagens e discursos, posicionamentos durante da Ditadura Militar (1964 – 1985), seus poemas e ações missionárias junto ao povo.

Ao longo da obra, o leitor irá acompanhar o testemunho de uma figura certamente histórica, de um homem humilde nascido em Fortaleza (CE), servo destemido e confiante em Deus que, por vezes, driblou como um jogador habilidoso situações em meio a generais do exército, senhores de usina de açúcar, bispos, cardeais e papas, com o intuito de defender a vida dos mais pobres, indefesos e marginalizados.

Para contar essa história de amor a Deus e ao próximo, o autor apresenta em dez capítulos os principais fatos que marcaram a trajetória de Dom Helder. Entre os temas estão: “O seminarista Helder”; “Seduzido pelo integralismo”; “Procurando o seu caminho”; “A irrupção do Evangelho”; “No Concílio Vaticano II”; “Quando Helder surpreende”; “Mudança de moradia”; “O encontro de irmãos”; “As viagens e os discursos”; “O padre José”; “Ação Missionária” e “O espírito de Helder Camara”.

Segundo os organizadores desta coleção, Dom Helder é uma personalidade bastante conhecida, inclusive em outras esferas que não a religiosa. Além disso, Helder é um modelo de testemunho e profetismo na Igreja e suas contribuições foram de grande importância para a criação de importantes órgãos, como a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), movimentos como o Congresso Eucarístico Internacional, participação no Concílio Vaticano II, entre outros.

Nas palavras de Eduardo Hoornaert, Helder Camara representa o que o povo brasileiro tem de melhor: a esperança tenaz em dias melhores; a resistência à longa repetição de sistemas políticos, econômicos e sociais opressivos; a ousadia em trabalhar incessantemente na construção de uma sociedade diferente, de maior justiça e fraternidade. “Quem quiser uma vida digna, neste mundo repleto de problemas, seja ele crente ou descrente, pentecostal ou católico, cristão, islamita, espírita ou seguidor de uma religião de raiz africana ou indígena, brasileiro ou nigeriano, holandês ou espanhol, encontrará inspiração na biografia de Helder Camara”, diz o autor.

Ainda, segundo Hoornaert, este livro não pretende ser uma homenagem, mas um rasteio de sucessivos desafios enfrentados por Helder ao longo de sua vida. Os registros do autor não ocultam a face do Helder que aprendeu, sobre como viver a sua vocação e sobre quem era o Cristo por quem ele havia se decidido viver, e que não era exatamente o Cristo que ele acreditava conhecer. Após uma vida de testemunho, Dom Helder faleceu em 27 de agosto de 1999, em Recife. Em 2015, Dom Helder – conhecido também como Dom da Paz -,  recebeu da Santa Sé o título de Servo de Deus. Desde setembro de 2019 tramita no Vaticano o processo de canonização de Dom Helder.

A coleção Teologia da vida traz a oportunidade de olhar os grandes nomes da Igreja sob a perspectiva teológica do testemunho. A presente obra é destinada para os admiradores de Dom Helder Camara, estudantes, estudiosos, religiosos e religiosas, leigos, agentes de pastorais, padres, bispos e o público em geral.

Eduardo Hoornaert nasceu na Bélgica, em 1930. Estudou Línguas Clássicas e História Antiga na Universidade de Lovaina (Bélgica), entre 1950 e 1952. Chegou ao Brasil em 1958 e ensinou durante trinta anos história do cristianismo em institutos teológicos católicos, sucessivamente em João Pessoa, Recife e Fortaleza. Entre 1993 e 1995, foi professor de história na Universidade Federal da Bahia. É membro cofundador do Centro de Estudos da História da Igreja na América Latina (CEHILA), fundado em 1973 no Quito, Equador. Durante dezesseis anos, entre 1964 e 1980, colaborou com Dom Helder Camara na pastoral da Igreja Católica no Recife, sendo ao mesmo tempo vigário paroquial e professor do Instituto de Teologia do Recife (ITER). Pela PAULUS Editora, publicou os livros: “Em busca de Jesus de Nazaré” e “Origens do cristianismo”. Publica igualmente textos relativos à história do cristianismo em seu blog: www.eduardohoornaert.blogspot.com