Releases

20/07/2017

Diásporas africanas e processos sociorreligiosos

Por Imprensa

Indicar a um amigo:





Título: Diásporas Africanas e Processos Sociorreligiosos
Acabamento: Brochura
Coleção: Sociologia e Religião
Formato: 14.5 (larg) x 21 (alt)
Páginas: 280
Área de Interesse: Religião e Ciências humanas e sociais.

Diásporas africanas e processos sociorreligiosos traz os principais assuntos abordados no encontro de três dias que debateu um tema de grande importância acadêmica e social: o processo migratório de africanos e o papel da religião nesse contexto. Após o evento, os organizadores Fábio Baggio, Paolo Parise e Wagner Lopes Sanchez reuniram textos com o objetivo de ajudar o leitor a compreender o processo de migração atual e o papel das religiões como parte importante do resgate à dignidade dos povos africanos, que ainda hoje buscam reconstruir seu caminho.

No primeiro capítulo, “Conferências”, o Prof. Dr. Ênio José da Costa apresenta uma reflexão sobre o papel dos povos e das religiões ao longo das diásporas africanas. Na sequência, o Prof. Dr. Fábio Baggio fala da complexidade do panorama religioso na África. Já o Prof. Dr. Reginaldo Prandi trabalhou o tema “Recriações religiosas da África no Brasil”.

No segundo capítulo, “Mesa-redonda”, os autores discorreram sobre “As religiões africanas: diferentes faces”. O primeiro texto é da Profa. Dra. Teresinha Bernardo, que aborda o surgimento do candomblé no Brasil. A autora expõe o difícil e complexo processo, diante da resistência à opressão, de invenção do candomblé, desencadeado pelos povos negros que para cá vieram como escravos. Em seguida, o Prof. Marcos Verdugo oferece uma introdução ao vodu haitiano. No texto “Ayibobo: uma introdução ao vodu haitiano”, o autor percorre os detalhes dessa religião, que em solo haitiano significou a resistência ao processo colonizador e a busca pela reinvenção da identidade africana.

Na última parte, “Comunicações”, são apresentados diversos textos com temáticas que enriqueceram o evento e foram cuidadosamente selecionadas para compor a obra: “Diáspora religiosa Mouridiyya”; “Migração africana no contexto da mobilidade humana”; “Mulheres bantos: estéticas africanas em terras paulistas”; “Por que o Brasil como refúgio de guerra?”; “Entre o religioso e o sujeito social: as CEBs e a migração em São Paulo”; “Teologia das migrações e a pluralidade religiosa”; “Seicho-No-Ie: Sincretismo e diálogo inter-religioso a partir do culto aos antepassados”; “Imigração boliviana na cidade de São Paulo”; “Religiões chinesas institucionalizadas na América Latina” e “Estudo comparativo do coping religioso em mulheres protestantes de origem chinesa taiwanesa e brasileira, na grande São Paulo”.

Fábio Baggio é doutor em história pela Universidade Gregoriana (Roma) e secretário da Seção Migrantes e Refugiados do Dicastério para o Desenvolvimento Humano Integral do Vaticano.

Paolo Parise é doutor em Teologia pela Universidade Gregoriana (Roma), diretor do Centro de Estudos Migratórios/Missão Paz (São Paulo) e professor no Instituto São Paulo de Estudos Superiores.

Wagner Lopes Sanchez é doutor em Ciências Sociais e professor no Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciência da Religião da PUC-SP.