Creio na alegria: Caminho a construir perseverança | Paulus Editora

Releases

08/02/2021

Creio na alegria: Caminho a construir perseverança

Por Imprensa

Indicar a um amigo:





Ficha Técnica
Título: Creio na alegria – Caminho a construir perseverança
Autoras: Sandra Regina de Sousa/ Tania Ferreira Pulier
Coleção: Creio na alegria
Acabamento: Brochura-PUR
Formato: 13,5 (alt) x 26 (larg)
Páginas: 400
Área de interesse: Catequese

Obra aponta caminhos para encontros catequéticos com turmas de perseverança

“Corramos com perseverança na corrida, mantendo os olhos fixos em Jesus, autor e consumador da fé.” Hb 12,1

A PAULUS Editora apresenta a obra “Creio na alegria: Caminho a construir perseverança – Metodologia e Temática 1 e 2 – Livro do Catequista”, de autoria de  Sandra Regina de Sousa e Tania Ferreira Pulier. O presente livro destina-se aos catequistas de perseverança que buscam aperfeiçoar os encontros catequéticos com os adolescentes, que após receberem o sacramento da Eucaristia, entram na catequese de perseverança, até chegarem ao sacramento da crisma.

De acordo com as autoras, este livro nasce de uma escuta atenta da realidade de adolescentes, em um tempo de muitas descobertas e desafios que precisa ser observado com atenção por todos os envolvidos na educação da fé dos catequizandos. O conteúdo desta publicação prioriza a escuta como uma condição de possibilidade de envolvimento com os adolescentes. Para as idealizadoras, ouvir as dúvidas dos catequizandos, seus medos, suas ideias, seus desejos e anseios, abre caminhos para o diálogo, para a construção da fé e, também,  para uma convivência social e espiritual  mais saudável.

Com esse viés, o livro está dividido por temáticas, entre os temas apresentados pelas autoras estão: Metodologia Ecoar; relacionamentos; internet; discriminação; sexualidade; sociedade e violência. Nos encontros temáticos 1, os assuntos contemplam reflexões sobre família, escola, comunidade de fé,  amizade, namoro  relações virtuais, celebridades e redes sociais.  Já nos encontros temáticos 2,  os temas levantados falam sobre gravidez, aborto, assédio sexual e pedofilia, política, corrupção, desigualdade social, trabalho, consumismo, ecologia, drogas, guerras e refugiados, entre outros. Além disso, a obra traz sugestões de textos bíblicos para cada temática, bem como, fontes de pesquisas, dicas de histórias, músicas, vídeos e textos que podem ser utilizados nos encontros.

Para as autoras, a ideia é motivar o catequizando a cultivar a perseverança, a capacidade de persistir em caminhos que valham a pena ser percorridos. Neste livro, a proposta envolveu um trabalho de escuta não somente de adolescentes, mas também de pais, profissionais de diversas áreas que trabalham com essa faixa etária, da ciência e da Igreja. A chamada “Metodologia Ecoar” , considerada na obra, visa promover a escuta, a construção conjunta, a oração, a ação e a ressignificação. Segundo Tania e Sandra Regina, não se trata de um roteiro pronto, mas de indicações que auxiliam os catequistas na preparação dos encontros, tendo em vista a criatividade e o desejo de perseverar na fé cristã.

Por fim, a obra deseja ser um fio condutor para catequistas que desejam criar um itinerário mais leve e dinâmico, utilizando a beleza, a poesia, a música e a reflexão como aliados essenciais para o anúncio da Boa Nova e encontro com Deus.

Tania Ferreira Pulier é psicoterapeuta junguiana e assessora em espiritualidade, com formação em Teologia pela Faculdade Jesuíta de Filosofia e Teologia (Faje). Criadora dos projetos Chazinho com biscoito (encontros em grupo) e Estética da alma (acompanhamento personalizado), ambos para o desenvolvimento de uma vida plena. Participa em São Paulo da Comunidade de Vida Cristã (CVX Cardoner), de espiritualidade inaciana.

Sandra Regina de Sousa é graduada em Teologia e mestra em Espiritualidade pela Faculdade Jesuíta de Teologia e Filosofia (Faje). É professora, cantora, escritora, escutadora. Criadora do curso “Buscar a fonte”- um caminho de escuta e diálogo, que tem o objetivo  de desenvolver a habilidade da escuta de si,  mesmo (a), de Deus, do (a) outro(a) e do universo, visando o crescimento  da espiritualidade e do autoconhecimento, para a construção de relacionamento mais saudáveis.