Cordel Camará – a história e as lendas da capoeira | Paulus Editora

Releases

15/12/2021

Cordel Camará – a história e as lendas da capoeira

Por Imprensa

Indicar a um amigo:





Ficha técnica
Título: Cordel Camará – a história e as lendas da capoeira
Autor: Jorge Fernando dos Santos
Ilustradora: Élen Márcia de Souza
Coleção: Cordel
Acabamento: Brochura
Formato: 21 (larg) x 27,5 (alt)
Páginas: 32
Área de interesse: Juvenil

Seja menino ou menina,
quem a arte já domina
pula pra lá e pra cá.
Sabe dar salto-mortal,
Na praça ou lá no quintal:
-capoeira vai gingar!

Escrito por Jorge Fernando dos Santos e ilustrado por Élen Márcia de Souza, “Cordel Camará – a história e as lendas da capoeira”, lançado pela PAULUS Editora, resgata a origem da capoeira, esporte brasileiro de origem africana. Escrito em formato de cordel, a obra apresenta ao leitor imagens e versos que narram parte da história do Brasil através da cultura, música e dança.

Na publicação, as ilustrações situam o leitor na trajetória histórica e cultural da capoeira, trazida para o Brasil pelos escravos vindos de Angola, na África. “Tudo começou em meados do século XVI, quando o Brasil era colônia de Portugal e usava mão de obra escrava. Nas fazendas de cacau e de cana-de açúcar do Nordeste, os negros trazidos de Angola desenvolveram uma técnica de dança que, pouco a pouco se tornaria uma eficiente arte marcial para enfrentar a fúria de feitores e capitães do mato”, relata Jorge Fernando. O texto, as cores e os traços conduzem o leitor ao passado, fazendo memória da luta dos negros escravizados, que encontraram na capoeira e nas suas manifestações religiosas uma forma de resistência.

A obra é resultado de uma cuidadosa pesquisa histórica, que caracteriza o trabalho de Jorge Fernando dos Santos. Em “Cordel Camará – a história e as lendas da capoeira”, o autor narra como a capoeira foi se espalhando pelo Brasil e recorda grandes nomes do esporte, como os Mestres Pastinha, Bimba e Besouro Mangangá, entre outros. A ilustração apresenta ao leitor toda a beleza dos movimentos da capoeira e os instrumentos utilizados, como o berimbau e pandeiro. O livro faz parte da coleção “Cordel”, que oferece ao público diversos títulos que abordam temas regionais e culturais. Ao final da publicação, o autor oferece ainda um glossário com as palavras de origem africana e uma explicação sobre a origem histórica da capoeira.

Jorge Fernando dos Santos é de Belo Horizonte. Escritor, jornalista e compositor, tem mais de 40 livros publicados, entre eles o romance “Palmeira Seca” (Prêmio Guimarães Rosa em 1989, adaptado para teatro e minissérie da Rede Minas). É autor da novela “Alguém tem que ficar no gol” e da biografia “Vandré – o homem que disse não”. Pela PAULUS Editora publicou “No clarão das águas”, “ABC da MPB”, “As cores no mundo de Lúcia”, “Ave viola – Cordel da viola caipira”, “Alice no país da natureza”, “Cordel da bola que rola” e “Cordel do Rio Chico”.

Élen Márcia de Souza é mineira de Caratinga e reside em Belo Horizonte desde a infância, guardando desse tempo o gosto pelo desenho. Sua trajetória profissional só poderia ser pelos caminhos da arte, optando pelo curso de design na Universidade Estadual de Minas Gerais (UEMG). Em 1990, assumiu as funções de designer de estampas e, posteriormente, o desenvolvimento de coleções de moda, atuando em várias indústrias do ramo têxtil. Ela se realiza com a possibilidade de criar a cada leitura do texto que ilustra, a cada arte proposta e a cada estampa desenvolvida. No momento, percorre o mundo dos cordéis e, nesse gênero literário, descobre e revela um pouco da cultura nordestina.