Chica da Silva | Paulus Editora

Releases

16/02/2012

Chica da Silva

Por adm

Indicar a um amigo:





Ficha Técnica
Título: Chica da Silva
Autor: João Pedro Roriz
Ilustrações: Carol Roscito
Coleção: Mistura Brasileira
Acabamento: Grampeado
Formato: 21 (larg) x 27 (alt)
Páginas: 40
Área de interesse: História, literatura e língua portuguesa

Livro da PAULUS apresenta ao público infantojuvenil a vida de Chica da Silva

O personagem João da Silva Oliveira tem muito em comum com uma das figuras mais populares do país. Proveniente de família humilde, ele, por ser pobre e negro, sofre muito preconceito dos demais colegas. Em Chica da Silva, da PAULUS, o leitor irá descobrir as semelhanças entre os dois e conhecer, de forma leve e divertida, um pouco mais da história dessa grandiosa brasileira.

Escrita por João Pedro Roriz, a obra tem uma proposta diferente: contar a história da ex-escrava por meio de uma situação paralela. “Lembrei dos meninos que conheci em comunidades carentes nos trabalhos voluntários que eu realizava. Pensei em fazer uma correlação entre os problemas vividos por Chica da Silva e as crianças humildes e marginalizadas do dia de hoje”, explica o autor.

O livro, narrado em primeira pessoa, conta a história de João, órfão de pai, criado pela mãe e pela avó, que vivia matando aula na escola para fazer o que mais gostava: jogar futebol. Porém, ele não levava o menor jeito com a bola, e seu desempenho, assim como a sua cor de pele, rendia piadinhas dos colegas da escola, fato que o deixava muito incomodado.

“— Vó, eu estou muito triste – eu disse quase chorando. — Os meus amigos me ofendem por causa da cor da minha pele. Se eu tivesse uma tonelada de dinheiro, eles me respeitariam mais!”, relata o personagem durante trecho do livro.

A partir daí, o enredo ganha um clima envolvente pelo diálogo entre o menino e sua avó, que tenta confortá-lo motivando-o a acreditar em si mesmo e a superar sua insegurança. Para isso, ela usa como exemplo a vida de Chica da Silva, escrava que sofria preconceito por ter conseguido alcançar um bom lugar na sociedade.

“O povo inventava histórias para justificar a ascensão de Chica da Silva. Afinal, a negra fora filha de uma africana e conquistara o posto mais cobiçado entre as mulheres brancas do Tejuco: ser companheira de um rico contratador de diamantes. Chamaram-na de prostituta e feiticeira, mas o mais provável é que João Fernandes a amasse”, narra a avó ao neto.

O texto conta detalhadamente cada passo da brasileira e retrata o cenário político e econômico da época, além de destacar como viviam os escravos e a situação das mulheres negras naquele tempo. Com essa proposta, o leitor vai conhecer a instigante trajetória de Chica da Silva e saber como a sua história ajudou João a dar um grande passo rumo ao seu sonho de ser jogador de futebol.

Da coleção Mistura Brasileira, Chica da Silva também possui belíssimas ilustrações que traduzem fielmente cada passagem. Ao final do livro, há um rico glossário para os mais novos poderem compreender algumas palavras e expressões, como ‘concubina’, que quer dizer companheira, parceira ou amante.

João Pedro Roriz é escritor, ator e jornalista. É autor das peças teatrais “Carmem – O musical” e “Rio Dell’Arte”. Produz e apresenta o programa “Rio Cultural” na Rádio Rio de Janeiro.

Carol Roscito, formada em Artes Visuais, com ênfase em Design, pela PUC – Campinas, já trabalhou como arte-educadora em diferentes instituições e escolas. Atualmente, trabalha como ilustradora, realizando projetos para o mercado editorial, publicitário e acadêmico.