As bem-aventuranças e a cura do mundo | Paulus Editora

Releases

04/06/2021

As bem-aventuranças e a cura do mundo

Por Imprensa

Indicar a um amigo:





Ficha Técnica
Título: As bem-aventuranças e a cura do mundo
Autor: Papa Francisco
Coleção: Catequeses do Papa Francisco
Acabamento: Brochura-PUR
Formato: 13.5(alt) x 21(alt)
Páginas: 88
Área de interesse: Pastoral e Catequese

O livro “As Bem-Aventuranças e a cura do mundo”, publicado pela PAULUS Editora, reúne uma série de catequeses do Papa Francisco proferidas durante a Audiência Geral, sobre “as bem-aventuranças no Evangelho de Mateus e a cura do mundo”, em tempos de pandemia da Covid-19. De acordo com as palavras do Santo Padre, esse texto abre o Sermão da Montanha e iluminou a vida dos crentes, e também de muitos não crentes. Segundo o livro, as bem-aventuranças contêm o “bilhete de identidade – porque delineiam o rosto do próprio Jesus, seu estilo de vida e caminho para a salvação.

Neste livro, estão as considerações do Papa Francisco sobre cada bem-aventuranças proferidas por Jesus. Antes de tudo, a obra explica como surgiu o anúncio dessa mensagem: Jesus, vendo a multidão que o seguia, sobe à suave encosta que rodeia o lago da Galileia, senta-se e, dirigindo-se aos discípulos, anuncia as bem-aventuranças. Portanto, o discurso é dirigido aos discípulos, mas no horizonte está a multidão, ou seja, a mensagem continua atual para toda a humanidade.

Além disso, a introdução da obra recorda que a “montanha” faz recordar o Sinai, onde Deus entregou os Mandamentos a Moisés. Esta publicação ressalta que Jesus começa a ensinar uma nova lei: ser pobre, ser manso, ser misericordioso. Esses “novos mandamentos” são muito mais que normas. Segundo a obra, Jesus nada impõe, mas revela o caminho da felicidade – seu caminho – repetindo a palavra “felizes” oito vezes.

Segundo as catequeses, cada bem-aventuranças é composta por três partes. Inicia-se sempre com a palavra “Felizes”; depois vem a situação na qual os felizes se encontram: pobreza de espírito, aflição, fome e sede de justiça, e assim por diante. Por fim, há o motivo da bem-aventurança, introduzido pela conjunção “porque”: “Felizes estes porque, felizes aqueles porque…”. Na sequência, as expressões “serão consolados”, “possuirão a terra”, “serão saciados”, “alcançaram a misericórdia”, “serão chamados filhos de Deus”, entre outros.

Nesta perspectiva, a publicação explica cada uma dessas palavras e seus significados. Como, por exemplo, o que significa a palavra feliz? Por que começa cada uma das bem-aventuranças com a palavra “feliz”? Assim, as bem-aventuranças orientam a mente e o coração na lei que o próprio Jesus ensinou.

O livro ainda lembra que as bem-aventuranças conduzem os fiéis à alegria, portanto, são de fato o caminho para alcançar a alegria e felicidade que o Senhor propõe. Os textos Sagrados encontram-se no Evangelho de Mateus, Mt 5, 1-11.