Releases

11/09/2018

A Angústia de Abraão – As Origens Culturais do Judaísmo, do Cristianismo e do Islamismo

Por Imprensa

Indicar a um amigo:





Ficha técnica:

Título: A Angústia de Abraão – As origens culturais do judaísmo, do cristianismo e do islamismo.
Autor: Emilio González Ferrín
Coleção: Sociologia e Religião
Acabamento: Brochura
Formato: 16 (larg) x 23 (alt)
Páginas: 408
Área de interesse: Cristianismo

Lançado pela PAULUS Editora a obra A Angústia de Abraão – As Origens Cultural do Judaísmo, do Cristianismo e do Islamismo, escrito por Emilio González Ferrín, traz um estudo antropológico sobre a origem do islã, a partir da convicção da compreensão do amplo desenvolvimento dos sistemas abraâmicos.

O estudo feito por Ferrín tem como base a figura de Abraão, personagem fundacional de ao menos três sistemas religiosos, apresentando seu papel para essas religiões. Ferrín também propõe ao leitor uma viagem pela evolução das ideias religiosas médio-orientais, traçando o surgimento de sua natural arabização: o islã.

Ao estudar a obra o leitor perceberá que o judaísmo, cristianismo e islã, apesar de serem três sistemas individualizados em torno de ortodoxias distintas, não podem ser estudados separadamente.

De acordo com o autor, a ideia central do livro é substituir o conceito mítico de transmissão textual pelo de evolução na história desses sistemas religiosos, propondo uma mudança de paradigma que possibilite um estudo racional e científico do fato religioso na história.

Emilio González Ferrín (Ciudad Real, 1965) é professor titular de Pensamento Árabe e Islâmico na Universidade de Sevilha. Foi professor convidado nas universidades de Amã, do Cairo e de Damasco, e pesquisador na London School of Economics e na Universidade de Lovaina. Atualmente preside a Fundação Gordión, centrada na identificação e análise das terras intermediárias entre Oriente e Ocidente.