O Domingo
6 de março: Quarta-feira de Cinzas

Indicar a um amigo:





NÃO PRATICAR A JUSTIÇA SÓ PARA SER VISTO

“Tempo de renovação para a Igreja, para as comunidades e para cada um dos fiéis, a Quaresma é sobretudo um ‘tempo favorável’ de graça (2Cor 6,2). Deus nada nos pede, que antes não nos tenha sido dado por ele: ‘Nós amamos porque ele nos amou primeiro’ (1Jo 4,19). Ele não nos olha com indiferença; pelo contrário, interessa-se por nós, conhece-nos pelo nome, cuida de nós e vai à nossa procura, quando o deixamos” (papa Francisco).

Juntamente com a Quaresma, iniciamos a Campanha da Fraternidade (CF) – este ano com o tema: “Fraternidade e políticas públicas” e o lema bíblico: “Serás libertado pelo direito e pela justiça” (Is 1,27).

A CF nos pede atenção e conversão. Desperta para uma cultura de fraternidade, apontando os princípios de justiça, denunciando ameaças e violações da dignidade e dos direitos, abrindo caminhos de solidariedade. Este é o objetivo geral: estimular a participação em políticas públicas, à luz da Palavra de Deus e da Doutrina Social da Igreja, para fortalecer a cidadania e o bem comum, sinais de fraternidade.

Participar no processo de elaboração das políticas públicas é nos comprometermos para que – de modo justo – o direito de todos, previsto na Constituição Federal, seja respeitado.

O evangelho de hoje é uma chamada de atenção para não corrermos o risco de tornar a prática da justiça algo aparente, só para sermos vistos.

A prática da justiça e do direito precisa nascer do coração. Neste tempo quaresmal, queremos caminhar na estrada de Jesus e com ele vencer as tentações que põem nossa vida em situação de deserto, para podermos reencontrar o jardim do paraíso, onde o Ressuscitado sempre está presente e onde as pessoas já não estão divididas entre as que têm em excesso e as que pouco têm – pois somos todos filhos e filhas do mesmo Pai e todos dele recebemos a vida.

Façamos, nesta Quaresma, as obras de penitência que estiverem ao nosso alcance. Mas façamo-las na intimidade e na presença do Senhor, procurando-o na oração, na Eucaristia e na comunidade – sem nos esquecermos de ser misericordiosos com os irmãos e irmãs.

Pe. Luis Fernando da Silva, secretário-executivo da CF


O Domingo

É um periódico que tem a missão de colaborar na animação das comunidades cristãs em seus momentos de celebração eucarística. Ele é composto pelas leituras litúrgicas de cada domingo, uma proposta de oração eucarística, cantos próprios e adequados para cada parte da missa e duas colunas, uma reflete sobre o evangelho do dia e a outra sobre temas relacionados à vida da Igreja.

Assinar