O Domingo
10 de março: 1º domingo da Quaresma

Indicar a um amigo:





OBEDECER À PALAVRA, VENCER AS TENTAÇÕES

Jesus fica no deserto durante quarenta dias e aí é tentado. Isso faz lembrar os quarenta anos de caminhada pelo deserto do povo hebreu rumo à Terra Prometida. Tempo de provação, de superação das tentações. Não que as tentações, na vida de Jesus, tenham aparecido apenas nesses quarenta dias. O Evangelho de Lucas, de fato, diz que o diabo se afastou de Jesus para retornar no momento oportuno, na hora da decisão de entregar a vida na cruz, em Jerusalém.

Jesus venceu a tentação de ter comida e vida fáceis, recusando-se a transformar pedra em pão. Venceu a tentação de ter poder e prestígio, negando-se a se submeter ao que é satânico, ou seja, ao que é contrário ao projeto de Deus. Venceu a tentação de tentar o próprio Deus, recusando ações e atitudes que distorceriam a Palavra de vida.

Obedecendo à Palavra, Jesus vai vencendo as tentações e continuando a missão que o Pai lhe havia confiado. E a Palavra que iluminou a vida de Jesus ilumina também a nossa.

É a Palavra que nos alimenta e nos torna comprometidos com a missão de Jesus, para trabalharmos por pão para todos. É a Palavra que nos recorda que somente a Deus devemos adorar, relativizando todas as outras coisas. É a Palavra que dá sentido à nossa existência, quando servimos a Deus servindo aos menores de nossos irmãos, tal como fez Jesus.

Iniciando a Quaresma, somos como que convidados a ir com Jesus ao deserto para fazer silêncio dentro de nós mesmos. Ouçamos sua Palavra e deixemos que ela ecoe em nós, para superarmos a tentação de aceitar o que é contrário aos valores que o Mestre nos ensinou. Que possamos viver este tempo de preparação para a Páscoa como tempo para testemunhar nossa fé e nosso compromisso com Jesus. Pois o mesmo Espírito que guiou Jesus continua nos guiando. Obedientes à Palavra de Deus, confiamos que o Mestre está conosco, ajudando-nos a superar as tentações do dia a dia.

Pe. Paulo Bazaglia, ssp


O Domingo

É um periódico que tem a missão de colaborar na animação das comunidades cristãs em seus momentos de celebração eucarística. Ele é composto pelas leituras litúrgicas de cada domingo, uma proposta de oração eucarística, cantos próprios e adequados para cada parte da missa e duas colunas, uma reflete sobre o evangelho do dia e a outra sobre temas relacionados à vida da Igreja.

Assinar