VALORIZAÇÃO DA VIDA MATRIMONIAL | Paulus Editora

O Domingo – Palavra
VALORIZAÇÃO DA VIDA MATRIMONIAL

Indicar a um amigo:





Por vezes o casamento se torna objeto de piadas e menosprezo. É que falta real compreensão do significado da união de homem e mulher para formar a família. Trata-se, na verdade, de um plano de Deus: “O homem deve deixar pai e mãe para unir-se à sua mulher e se tornarem uma só carne” (Gn 2,24). Jesus assume o plano original de Deus e o eleva à categoria de sacramento. Faz do casamento um sinal sensível da graça de Deus, insere-o na Igreja, corpo de Cristo, onde o casal e a família podem encontrar sustento, solidariedade, alimento espiritual e incentivo para superar as dificuldades da vida conjugal. Isso poderá se tornar realidade mais sólida à medida que as lideranças religiosas e os fiéis refletirem sobre os pontos fracos a serem corrigidos e quais métodos utilizar na pastoral familiar, nos encontros de noivos e de casais.

Espero e desejo que sejam conhecidos, divulgados e aplicados os ensinamentos e orientações práticas que o papa Francisco propôs a toda a Igreja na Exortação Apostólica Pós-sinodal Amoris Laetitia, sobre o amor na família. Sem fugir dos conceitos fundamentais sobre os quais se alicerça o sacramento do matrimônio, o papa desce a uma linguagem familiar, como se estivesse conversando descontraidamente numa roda de amigos. Manifesto o anseio de que, em breve, a pastoral familiar assuma corajosamente o conteúdo dessa exortação e o traduza em linguagem acessível e método prático, para beneficiar os encontros de noivos e de casais. Então haverá maior compreensão e valorização da vida matrimonial e maior alegria no relacionamento entre os membros da família.

Enquanto aguardamos tempos mais saudáveis, sem os transtornos da pandemia, permito-me sugerir que o casal ocupe uma parcela do dia ou da semana para um diálogo sereno, desarmado, sincero, no qual cada um possa expressar seus sentimentos, mágoas, tristezas e conquistas. Sem interromper, mas deixando que o outro se abra livremente. Sem emitir juízos, mas acolhendo-o em sua disposição de se corrigir e amadurecer. Que dessa conversa restauradora o casal possa sair com vontade de mudar o que for necessário e assumir novas posturas, promissoras para ambos e para toda a família.

Pe. Luiz Miguel Duarte, ssp


O Domingo – Palavra

O objetivo deste periódico é celebrar a presença de Deus na caminhada do povo e servir às comunidades eclesiais na preparação e realização da Liturgia da Palavra. Ele contém as leituras litúrgicas de cada domingo, proposta de reflexão, cantos do Hinário litúrgico da CNBB e um artigo que trata da liturgia do dia ou de algum acontecimento eclesial.

Assinar