O Domingo – Palavra
5 de janeiro de 2020: Epifania do Senhor

Indicar a um amigo:





A LUZ DE CRISTO É PARA TODOS

A solenidade da Epifania do Senhor, conhecida popularmente como dia de Reis, celebra a manifestação de Jesus a todos os povos. A palavra “Epifania” significa justamente isto: manifestação. Jesus é a “luz” que se acende na escuridão do mundo para iluminar todos os povos da terra.

No contexto do evangelho, “mago” quer dizer “sábio”. Os reis magos são pessoas sábias, provavelmente estudiosos de astronomia, que, ao observar o céu e suas estrelas, viram essa luz especial e se dirigiram ao seu encontro. Na Antiguidade, são Beda, que viveu entre 673 e 735, escreveu sobre esses sábios: Melquior, cujo nome quer dizer “meu Rei é luz”, veio de Ur, na Caldeia; é ele quem oferece o ouro. Gaspar, cujo nome quer dizer “aquele que vai confirmar”, era proveniente do mar Cáspio; é ele quem oferece o incenso. E, por fim, Baltazar, cujo nome quer dizer “Deus manifesta o Rei”, veio do golfo Pérsico; é quem oferece a mirra. Eles representam todos os povos e nações chamados à luz de Cristo.

Essa luz, que se encarnou na história pelo nascimento de Jesus em Belém, é manifestada a todos: não há exclusivismos, privilégios ou discriminações. Jesus não veio salvar somente uma nação ou um grupo religioso; sua salvação é dom de Deus para todas as pessoas que queiram, como os magos, ir ao encontro de sua luz pela fé, pela vivência do amor sincero a Deus e ao próximo e pela justiça, que é manifestação concreta desse amor.

A Igreja e cada cristão somos chamados a receber a luz de Cristo e refleti-la, por meio do bom testemunho. Neste dia, convém perguntar-nos: estamos atentos para ver os sinais de Deus na história e na nossa própria vida e perceber as realidades que precisam ser ilumi­nadas? Estamos abertos a nos libertar das trevas do egoísmo e do mal existente no mundo? Em nossas comunidades, acolhemos a todos os que vão em busca ou precisam da luz salvadora de Cristo, sem fazer distinções nem discriminar? Renovemos a disposição para combater a discriminação e a rejeição de povos e culturas, sobretudo dos que migram de maneira forçada, buscando melhores condições de vida.

Pe. Jakson Ferreira de Alencar, ssp


O Domingo – Palavra

O objetivo deste periódico é celebrar a presença de Deus na caminhada do povo e servir às comunidades eclesiais na preparação e realização da Liturgia da Palavra. Ele contém as leituras litúrgicas de cada domingo, proposta de reflexão, cantos do Hinário litúrgico da CNBB e um artigo que trata da liturgia do dia ou de algum acontecimento eclesial.

Assinar