O Domingo – Palavra
1º de julho: São Pedro e São Paulo

Indicar a um amigo:





DISCÍPULOS E MISSIONÁRIOS EXEMPLARES

Pescador da Galileia, Pedro um dia viu Jesus se aproximar e o convidar a ser “pescador de gente”. Imediatamente, pôs-se a acompanhar o grupo de Jesus através dos vilarejos e cidades da Palestina. Como aluno diligente, foi aprendendo do Mestre o que era o reino de Deus. E logo entendeu que precisava despojar-se do passado para entregar-se inteiramente à proposta de Jesus: renunciar a si mesmo, tomar a cruz cada dia e segui-lo. Pedro teve de mudar de mentalidade, isto é, abandonar um modo de pensar mesquinho e limitado, para pensar grande. Para aceitar que a mensagem de Jesus era para todos os povos e que a pregação do evangelho teria de ultrapassar os limites da região onde ele, Pedro, vivia com sua família de sangue.

Assim, o apóstolo ia compreendendo que Jesus tinha vindo para toda a humanidade e por ela haveria de dar sua vida na cruz. Experimentou também o que significava segui-lo: era compromisso para toda a vida. Assumiu esse desafio, buscando ser fiel ao Mestre. Teve um deslize na hora da paixão do Senhor, renegando-o, porém, com lágrimas no rosto e pesar no coração, mostrou-se arrependido. E retomou o caminho da paz e da fidelidade ao Senhor e Mestre.

Após a ressurreição de Jesus, e sob forte impulso do Espírito Santo, Pedro renovou seu entusiasmo e tornou-se valente pregador do evangelho. Como rocha inabalável, dirigiu a primitiva comunidade de Jerusalém: “Tu és Pedro e sobre esta pedra edificarei a minha Igreja”. Mais tarde, foi para Roma, onde morreu mártir no ano 67.

Quanto ao apóstolo Paulo, foi o primeiro grande missionário da Igreja, tendo realizado ao menos quatro importantes viagens apostólicas. Anunciou, principalmente aos povos não judeus, a Boa-Nova de Cristo. Fundou e organizou numerosas comunidades cristãs. Escreveu cartas a fim de consolidar a fé dos cristãos. Esses escritos, recolhidos entre os demais livros do Novo Testamento, tornaram-se Palavra de Deus e continuam fortalecendo e orientando as comunidades cristãs de todos os tempos. Paulo, assim como Pedro, sofreu o martírio em Roma no ano 67. Os dois são considerados pedras fundamentais da fé cristã, fiéis discípulos de Jesus e missionários exemplares.

Pe. Luiz Miguel Duarte, ssp


O Domingo – Palavra

O objetivo deste periódico é celebrar a presença de Deus na caminhada do povo e servir às comunidades eclesiais na preparação e realização da Liturgia da Palavra. Ele contém as leituras litúrgicas de cada domingo, proposta de reflexão, cantos do Hinário litúrgico da CNBB e um artigo que trata da liturgia do dia ou de algum acontecimento eclesial.

Assinar