O Domingo – Palavra
12 de outubro: Nossa Senhora Aparecida

Indicar a um amigo:





PEÇO-TE DESCULPAS, QUERIDA MÃE!

Ó Maria, nossa Mãe e padroeira do povo brasileiro, em nome de meus compatriotas, venho manifestar sincera gratidão a ti e a teu filho, Jesus. Os motivos são incontáveis, pois milhões de pessoas recorrem a ti e obtêm graças. Ao mesmo tempo, sou impelido a te pedir desculpas. É que a expressão de nossa fé em Deus é fraca e estéril; nossas celebrações litúrgicas muitas vezes são vazias; nossas orações, interesseiras. Dizemos que te amamos, mas não somos capazes de conviver em paz com os outros teus filhos.

Sei que um grupo de teus devotos tomou a infeliz iniciativa de agredir publicamente alguns líderes religiosos, teus queridos filhos também estes. Irmãos desacatando irmãos! Imagino que atitudes como esta não são do teu agrado. Não foi isso o que aprendemos do Mestre Jesus. Ele, na verdade, recomendava a compreensão mútua, o serviço generoso como sinal de amor e a prática do perdão cordial. Por isso, querida Mãe, não leves em conta nossas condutas impensadas, bem distantes do que o Pai celeste pensa e deseja. Corrige nossas intolerâncias, reforça os laços de amizade entre todos, alivia o peso de tantas famílias que não têm pão para forrar o estômago e carecem de roupas para cobrir o corpo. Os frutos da terra estão mal repartidos! Mostra que teu filho, Jesus, tem o coração aberto para os que vivem angustiados, curtindo sofrimentos físicos e espirituais.

Ó Senhora Aparecida, derrama copiosas bênçãos sobre todos nós e impulsiona nossos governantes a zelar pelo bem comum, a beneficiar a população inteira, a fim de que todos se sintam respeitados e tenham acesso aos bens indispensáveis para viver dignamente.

Enfim, ó Mãe e Senhora nossa, reacende no coração de cada um de nós incondicional amor à Santíssima Trindade, fonte de vida e esperança. Infunde, em nosso íntimo, profundo anseio de comunhão fraterna. Ajuda-nos a permanecer unidos, numa luta sem trégua, por um país pacífico e bem administrado; uma nação em que a justiça e a solidariedade tenham raízes firmes e duradouras. Nossa Senhora Aparecida, roga a Deus por nós!

Pe. Luiz Miguel Duarte, ssp


O Domingo – Palavra

O objetivo deste periódico é celebrar a presença de Deus na caminhada do povo e servir às comunidades eclesiais na preparação e realização da Liturgia da Palavra. Ele contém as leituras litúrgicas de cada domingo, proposta de reflexão, cantos do Hinário litúrgico da CNBB e um artigo que trata da liturgia do dia ou de algum acontecimento eclesial.

Assinar