Liturgia Diária
DIA 28 – TERÇA-FEIRA

Indicar a um amigo:





SANTO AGOSTINHO – BISPO E DOUTOR

(branco – ofício da memória)

Agostinho (Argélia, 354-430), de espírito sedento da verdade, transitou por diversas correntes filosóficas e seitas até chegar ao cristianismo, graças à influência de santo Ambrósio e às orações da mãe, santa Mônica. Celebrando a memória deste que é um dos maiores doutores e padres da Igreja, peçamos ao Senhor a graça de sermos justos, misericordiosos e fiéis.

Primeira Leitura: 2 Tessalonicenses 2,1-3.14-17

Leitura da segunda carta de são Paulo aos Tessalonicenses – 1No que se refere à vinda de nosso Senhor Jesus Cristo e à nossa união com ele, nós vos pedimos, irmãos: 2não deixeis tão facilmente transtornar a vossa cabeça nem vos alarmeis por causa de alguma revelação ou carta atribuída a nós, afirmando que o dia do Senhor está próximo. 3Que ninguém vos engane de modo algum. 14Deus vos chamou para que, por meio do nosso evangelho, alcanceis a glória de nosso Senhor Jesus Cristo. 15Assim, portanto, irmãos, ficai firmes e conservai firmemente as tradições que vos ensinamos, de viva voz ou por carta. 16Nosso Senhor Jesus Cristo e Deus nosso Pai, que nos amou em sua graça e nos proporcionou uma consolação eterna e feliz esperança, 17animem os vossos corações e vos confirmem em toda boa ação e palavra. – Palavra do Senhor.

Salmo Responsorial: 95(96)

O Senhor vem julgar nossa terra.

  1. Publicai entre as nações: “Reina o Senhor!” † Ele firmou o universo inabalável, / e os povos ele julga com justiça. – R.
  2. O céu se rejubile e exulte a terra, † aplauda o mar com o que vive em suas águas; / os campos com seus frutos rejubilem. – R.
  3. E exultem as florestas e as matas † na presença do Senhor, pois ele vem, / porque vem para julgar a terra inteira. / Governará o mundo todo com justiça, / e os povos julgará com lealdade. – R.
Evangelho: Mateus 23,23-26

Proclamação do evangelho de Jesus Cristo segundo Mateus – Naquele tempo, disse Jesus: 23“Ai de vós, mestres da lei e fariseus hipócritas! Vós pagais o dízimo da hortelã, da erva-doce e do cominho e deixais de lado os ensinamentos mais importantes da lei, como a justiça, a misericórdia e a fidelidade. Vós deveríeis praticar isto sem, contudo, deixar aquilo. 24Guias cegos! Vós filtrais o mosquito, mas engolis o camelo. 25Ai de vós, mestres da lei e fariseus hipócritas! Vós limpais o copo e o prato por fora, mas, por dentro, estais cheios de roubo e cobiça. 26Fariseu cego! Limpa primeiro o copo por dentro, para que também por fora fique limpo”. – Palavra da salvação.

Reflexão:

Se há uma atitude que Jesus não suporta é a falsidade. Sim, porque o comportamento falso é enganador, mostra uma imagem distante da realidade, às vezes totalmente oposta. Em outra passagem, Jesus ensinava: “Que o sim de vocês seja sim, e o não seja não” (Mt 5, 37). As mentiras se tornam ainda mais graves quando envolvem religião, pois aí está em jogo a boa fé das pessoas. Por temor ou respeito a Deus, o povo simples se entrega, de modo ingênuo, aos “comandos” de seus líderes. Os doutores da Lei e fariseus se fixavam no cumprimento minucioso de certas prescrições válidas, mas secundárias, enquanto negligenciavam as mais importantes: a prática da justiça, da misericórdia e da fidelidade ao projeto de Deus. É prudente não se deixar iludir pelos falsos mestres.

(Dia a dia com o Evangelho 2018 – Pe. Luiz Miguel Duarte, ssp)


Liturgia Diária

É um subsídio mensal que contempla toda a caminhada litúrgica de cada mês. Apresenta ao leitor algumas opções de orações eucarísticas, um breve comentário dos santos e das leituras de cada dia, uma variada opção de cantos, além de trazer, a cada domingo, uma opção de círculo bíblico.

Assinar