Literatura de Cordel – do sertão à sala de aula | Paulus Editora

Notícias

16/02/2021

Literatura de Cordel – do sertão à sala de aula

Por Imprensa

Indicar a um amigo:





Na obra “Literatura de Cordel – do sertão à sala de aula”, o autor Marco Haurélio apresenta ao leitor a riqueza da Literatura de Cordel, o gênero literário que, durante muito tempo proporcionou encanto e divertimento ao homem do simples do campo. Este livro busca levar o cordel a todos os públicos, sobretudo ao ambiente escolar para que mais crianças, jovens e, até mesmo os adultos se aproximem cada vez mais, dessa arte do nordeste brasileiro. O autor sinaliza a importância de resgatar essa tradição  rica em significados e cultura, sem desprezar a tradição, coluna central que sustenta esse gênero literário. Segundo ele, por muito tempo, o cordel serviu também como jornal e cartilha do sertanejo. Declamados ou cantados, os cordéis levaram o público ávido por novidades as façanhas dos cangaceiros Lampião e Antônio Silvino, os milagres do Padre Cícero, entre outros contos encantadores do cenário nordestino. Marco lembra que a literatura de cordel teve o Nordeste como berço e o poeta paraibano Leandro Gomes de Barros como grande divulgador.

Neste livro,  o autor, poeta, folclorista e pesquisador da cultura popular brasileira, Marco Haurélio oferece pistas de como incluir a literatura de cordel em sala de aula e como utilizá-la como apoio para o desenvolvimento de outras habilidades do saber, como por exemplo, a cultura, a musicalidade, a qualidade da leitura, traço forte da oralidade, também muito presente nas falas de diversos personagens populares, como o sertanejo e o brejeiro, entre outros. Em suma “Literatura de Cordel – do sertão à sala de aula” é um convite para conhecer esta riquíssima expressão literária popular e fonte de incentivo ao ensino da literatura.  Saiba mais!