Notícias

01/06/2012

7º Simpósio de Educação PAULUS debate a relação entre educação, comunicação e cultura

Por adm

Indicar a um amigo:





O evento, ocorrido ontem, 31, na FAPCOM – Faculdade PAULUS de Tecnologia e Comunicação, reuniu cerca de 500 participantes, entre professores, estudantes, coordenadores pedagógicos e demais profissionais.

A abertura foi realizada pelo padre Mário Pizetta, diretor da FAPCOM, e pelo editor da área de educação da editora, Antonio Iraildo Alves de Brito. Em seguida, o jornalista Paulo Markun, primeiro palestrante do dia, falou sobre as mídias como ferramentas para uma educação além da sala de aula.

“Hoje em dia, a maior parte das informações que estão à disposição da humanidade está ao alcance das mãos, basta acessar a Internet. Os dados não estão mais apenas no computador de casa, do trabalho ou da escola, mas também nos equipamentos que levamos no bolso. A interação proporcionada por esse s meios ainda não acontece na sala de aula, por isso a importância de discutirmos algumas experiências que já existem no Brasil e no exterior, no sentido de quebrar essas barreiras”, explicou.

Já a segunda palestra, proferida por Ariano Suassuna, foi uma “aula espetáculo” intitulada “Raízes Populares da Cultura Brasileira”. De forma divertida e espontânea, o escritor chamou a atenção do público para a questão da arte de qualidade como ferramenta educativa. “É sempre necessário ressaltar que a arte é, por natureza, educativa. Porém, as pessoas não devem fazer dela um cavalo de batalha, pois isso resulta em uma arte ruim, que não serve nem à arte e nem à educação”, afirmou.

Além das palestras, o 7º Simpósio de Educação PAULUS ofereceu seis workshops, todos voltados para o debate de questões oportunas para educadores desenvolverem seu ofício cada vez melhor.

Silvia Azevedo, coordenadora pedagógica, destacou a oportunidade de crescimento profissional que o simpósio proporcionou. “Gostei muito das duas palestras e do workshop de que participei, cujo tema foi ‘Família x Instituição Escolar: Uma Parceria Necessária’. Com certeza voltarei para a escola renovada. Aqui encontramos um ‘gás’, uma energia que nos ajuda a melhorar as nossas práticas.”

Também marcaram presença diversos autores da PAULUS, como frei Carlos Josaphat, Marco Haurélio e Nireuda Longobardi. O Simpósio de Educação PAULUS acontece desde 2006 e é conhecido, principalmente, por reunir grandes profissionais das áreas que são temas de discussão no evento, como Gabriel Chalita, Mario Sergio Cortella, Fátima Freire, Celso Antunes, Viviane Mosé, Heródoto Barbeiro, Lucia Santaella, entre outros.