noticias

28/11/2018

Projeto Piloto entre a PAULUS e MDS atende migrantes venezuelanos com orientações para o mundo do trabalho e interiorização mais qualificada

Por Comunicação Assistência Social PAULUS

Indicar a um amigo:





Em mais uma inovação favorecida pela natureza do Programa de Assessoramento e Garantia de Direitos na Política de Assistência Social, a PAULUS opera no município de Boa Vista (RR), um projeto piloto de iniciativa e parceria com o MDS – Ministério do Desenvolvimento Social do Governo Federal.

A atividade iniciada em campo nessa terça-feira, (27) se estenderá até o dia 06 de dezembro de 2018 atendendo um grupo de 120 pessoas em 64 horas de formação, cujo título é “Promoção do Acesso de Migrantes Venezuelanos ao Mundo do Trabalho”.

O conteúdo que visa qualificar mais a Interiorização dos venezuelanos no país, processo que garante a inserção dos mesmos nos demais municípios brasileiros, está distribuído em quatro eixos que compreendem fatores subjetivos inerentes à situação pessoal e social desses estrangeiros recém chegados, orientações sobre a legislação trabalhista, apresentação do panorama cotidiano do mercado de trabalho do país, suas exigências e etiquetas laborais, além de um intensivo do idioma nacional, treinando-os sobre as mais básicas e práticas regras de comunicação e fraseado do contexto do trabalhador brasileiro.

Com a supervisão de técnicos da Diretoria de proteção Básica do MDS, a equipe da PAULUS atua na linha de frente do Projeto com quatro profissionais especialistas, tendo apoio local de uma rede de instituições públicas e privadas, nacionais e internacionais, entre as quais a Universidade Federal de Roraima, A UNHCR Field Unit e Exército Brasileiro, entre outras.

Ao final do projeto será produzido um relatório circunstanciado apontando possíveis caminhos para a melhoria da garantia dos diretos desses migrantes, cujo retomada de suas trajetórias pessoais e profissionais com autonomia e cidadania preservadas no Brasil, depende desse tipo de trabalho ora realizado.

Os participantes receberão um certificado de conclusão do curso emitido pela FAPCOM – Faculdade PAULUS de Comunicação, por intermédio do Núcleo PAULUS de Formação, Pesquisa e Disseminação Social.