Notícias

11/10/2019

Livro-reportagem sobre Irmã Dulce chega às livrarias neste mês de outubro

Por Imprensa

Indicar a um amigo:





Jornalista lança livro sobre Irmã Dulce, a santa brasileira que fez dos pobres sua vida

 

No dia 13 de outubro, os brasileiros ganham sua primeira santa nascida no país. Maria Rita, Mariinha, Lucia, Dulce. Esses foram os nomes que a baiana recebeu ao longo de sua vida entre os pobres da Bahia e que chega agora aos altares da Igreja Católica como a Santa Dulce dos Pobres. Detalhes preciosos de sua vida, como seus tantos nomes, são revelados no livro-reportagem Irmã Dulce, a Santa Brasileira que Fez dos Pobres sua Vida, da PAULUS Editora.

A jornalista Karla Maria, autora do premiado livro Mulheres Extraordinárias (PAULUS Editora, 2017), revela em sua obra detalhes escondidos e íntimos de uma história viva e que ainda pulsa no coração do povo baiano, a história de Irmã Dulce. Sua vida, seus passos e milagres são reconstruídos a partir de registros históricos, de um trabalho de apuração e de escuta atenta das testemunhas vivas que conviveram com a freira que dedicou sua vida a amar e a servir.

Como poucos e à frente do seu tempo, Irmã Dulce denunciou a miséria baiana com seu trabalho silencioso. Seus gestos “gritavam’. Articulou sua influência religiosa e política na aplicação de iniciativas que se tornaram políticas públicas e que ainda hoje asseguram direitos aos cidadãos. O livro prova isso. “Escrever sobre irmã Dulce, caminhar por onde ela caminhou, ouvir e registrar os depoimentos de pessoas que com ela conviveram e dela receberam carinho, acolhida, ou a intercessão para os milagres, foi uma experiência bonita, de reencontrar o humano em uma sociedade que se mostra cada vez mais desumanizada”, disse Karla.

Com linguagem literária, a autora busca envolver seus leitores nessa viagem de apuração pela Cidade Baixa, em Salvador, e pela história. Surpreende ao emocionar-se com relatos de fé e de milagres.

Karla Maria é jornalista, paulistana. Nasceu em 1984. Trabalhou nos jornais O São Paulo, Metrô News, Folha Metropolitana e nas revistas Missões e Família Cristã. Colabora com O Mensageiro de Santo Antônio. Recebeu, por suas reportagens, por duas vezes o Prêmio Dom Helder Câmara de Imprensa da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), nos anos de 2012 e 2017, com reportagens sobre direitos humanos. Também em 2017 foi premiada como escritora revelação de Guarulhos, cidade onde vive, com o livro Mulheres Extraordinárias.