Notícias

25/02/2019

Educadores e Agentes de pastorais participam de formações em Natal

Por Imprensa

Indicar a um amigo:





Nos dias 13 e 16 de fevereiro, a livraria de Natal teve a iniciativa de realizar duas formações com temas de grande relevância social. Na quarta-feira (13), diversas educadoras participaram do projeto “A PAULUS vai a sua Universidade”. Em parceria com o Instituto de Ensino Superior Cristo Rei, a palestra teve como tema: Saúde emocional e psicológica de professores, pais e alunos.

Para possibilitar uma maior compreensão do assunto, a organização do evento convidou a Profa. Dra. Marilu do Nascimento, pedagoga e especialista em ciência da religião, para coordenar a conversa. A palestrante explicou as cinco atitudes básicas para ter controle da saúde emocional e mais qualidade de vida – saber agir no local de trabalho de forma equilibrada; ser capaz de construir amor a partir do respeito a você e aos outros; não ser mosca, mas beija-flor; ter capacidade de diálogo; ser tolerante e saber pedir e dar perdão; ter uma autoestima saudável.

Liziene Evaristo, professora que esteve no curso junto com uma equipe de educadores de ensino fundamental, afirma que é suma importância buscar o conhecimento, já que, nos dias atuais cada vez mais os professores adoecem por não saber lidar com a geração 3.0.

No sábado (16), foi a vez dos agentes de pastorais, e diversos outros interessados no assunto, se reunirem na livraria para falar sobre o tema da Campanha da Fraternidade de 2019. Neste ano, a CNBB propôs para toda a Igreja no Brasil a discussão sobre Políticas Públicas.

Para aprofundar a discussão foram utilizados trechos da Bíblia e da Doutrina Social da Igreja. A proposta da Campanha é fortalecer a cidadania e o bem comum, incentivando a consciência e a participação de todo cidadão na construção de políticas públicas efetivas para a sociedade.

O debate foi mediado por três assessores convidados pela livraria, a historiadora Maria de Lourdes Valentim, mestra em Educação e Graduanda de Gestão de Políticas Públicas; Pe. Matias Soares, mestre em Teologia; e Márcio Adriano de Azevedo, Pós-Doutor em Sociologia da Educação.

Dividida em dois momentos, a palestra teve início com uma explicação sobre o tema da Campanha e a visão da Igreja, dando foco na Doutrina Social e as Encíclicas “Deus Caritas Est” e “Alegria do Evangelho”.  Em seguida, foi feito um debate observando as questões relacionadas políticas públicas com o método “Ver, Julgar e Agir”.