Notícias

11/02/2020

Congresso Catequistas Brasil reúne cerca de 3 mil católicos em Aparecida (SP)

Por Imprensa

Indicar a um amigo:





Entre os dias 7 e 9 de fevereiro aconteceu na cidade de Aparecida, no interior de São Paulo, a segunda edição do Catequistas Brasil. De acordo com a revista Paróquias, organizadora do evento, cerca de 3 mil catequistas de diversos estados do país participaram do congresso.

Realizado no Centro de Eventos Pe. Vitor de Almeida, no Santuário Nacional de Aparecida, o encontro contou com a presença das principais editoras católicas que levaram seus autores para ministrar palestras e oficinas. Com o objetivo de contribuir na formação dos catequistas, a PAULUS Editora levou alguns dos seus principais autores para apresentar as propostas das coleções de catequese publicadas pela editora. Além das atividades programadas, a editora esteve presente no Congresso com o estande, oferecendo o melhor do catálogo catequético.

Estiveram presentes os autores Pe. Humberto de Carvalho, Pe. Vanildo Paiva, Altierez dos Santos, Ir. Lúcia Imaculada, Andréia Bonet e Rogério Bellini que ao longo dos três dias ministraram formações sobre assuntos como, a Espiritualidade do Catequista, Iniciação à Vida Cristã e a cultura do encontro, O desafio da catequese com adultos hoje e Catequese de perseverança.

Na manhã de sexta-feira (7), ocorreu a abertura do evento com a presença do Pe. Joãozinho, sjc. Além disso, os catequistas contaram com a presença surpresa de Marcelo Duarte, integrante da Banda Anjos de Resgate. Na parte da tarde, os participantes se desdobraram em diversas palestras e oficinas que ocorriam simultaneamente.

Com auditório lotado Pe. Vanildo Paiva ministrou a palestra sobre os desafios da catequese de adulto hoje. O palestrante buscou evidenciar a preocupação da Igreja com a formação dos catequistas, apresentando os diversos documentos direcionados à pastoral catequética.

No mesmo período, o autor Rogério Bellini conduziu a oficina sobre “Recursos metodológicos para contação de Histórias”, tema de seu novo livro, lançado durante o evento. De acordo com Bellini, a obra traz técnicas para ajudar o catequista a contar as histórias bíblicas de forma mais interativa. Ao longo da oficina o autor apresentou aos catequistas uma maneira de deixar que a história seja do contador e passe a ser de todos. Para isso, é preciso interação, seja por meio de palmas, repetição de palavras ou o uso de objetos.

Já o consultor de catequese da PAULUS, Altierez dos Santos foi o responsável por conduzir a palestra sobre Catequese com jovens e adolescentes. Para Altierez o tema é uma das principais preocupações da Igreja no Brasil já que cerca de 90% dos catequizandos estão nessa faixa de idade.

Ele aponta que os catequistas procuram muitas reflexões sobre o assunto, já que, é importante saber como pensa uma pessoa em cada fase da vida, para assim conseguir utilizar os referenciais adequados para evangelizá-la. Segundo Altierez, a maioria dos catequistas pede um conteúdo que está na contramão dos projetos catequéticos propostos. “Alguns acreditam que o encontro de catequese é apenas dinâmica, e não é verdade. Eles querem isso porque não sabem como fazer diferente, do que apresentar como conteúdo”, ressalta.

“A CNBB tem sinalizado pra Igreja no Brasil desde a década de 1980, que a Igreja faça um retorno na catequese à Palavra, colocando-a no centro. E os livros da PAULUS estão todos alinhados dessa maneira. Temos as coleções de Joinville, Viver em Cristo e Rotas de Navegação, todas elas tem como centro a Palavra. E a proposta é que seja trabalhado o estilo de Lectio Divina, conhecida como a Leitura Orante. Dessa forma, a catequese quando feita com profundidade, consegue encantar adultos, jovens e crianças”, conclui Altierez.

No mesmo dia os catequistas puderam participar da palestra com Andréia Bonet, que falou sobre a “Catequese de Iniciação Cristã” e apresentou a Coleção de Catequese da Diocese de Joinville. No mesmo horário, Ir. Lúcia Imaculada, da Arquidiocese do Rio de Janeiro, destacou a importância sobre Catequese de Perseverança: “A perseverança é fundamental para as crianças e adolescentes que após a Primeira Eucaristia se encantaram com Jesus e precisam estar inseridos na comunidade eclesial. Por isso, o objetivo é mostrar que a perseverança continua a educação da fé dessas crianças, enfatizando que elas precisam ter espaço dentro da Igreja, sempre afinado com o material da Coleção Perseverar, produzido pela PAULUS em parceria com a Arquidiocese do Rio de Janerio”, diz Ir. Lúcia.

No final da tarde, Pe. Humberto de Carvalho subiu ao palco do ginásio para falar sobre a espiritualidade do catequista. De forma sintética, o autor apresentou os grandes temas da vida cristã em sua prática cotidiana, de modo a favorecer o aprofundamento espiritual por parte dos catequistas. Pe. Humberto procurou enfatizar ao longo de sua palestra que a espiritualidade é a força que Deus dá para manter os fiéis aos compromissos pessoais e comunitários voltados para a transformação da sociedade em vista do bem comum.

Neste ano, os catequistas tiveram uma novidade. Grande parte das oficinas e palestras se repetiu ao longo do final de semana. Dessa forma, os catequistas puderam se organizar melhor e aproveitar todo o conteúdo oferecido pelas editoras.