Notícias

12/03/2018

2º Simpósio PAULUS de Catequese: por uma Igreja em saída

Por Imprensa

Indicar a um amigo:





Em sua segunda edição, evento abre discussão sobre os desafios e perspectivas da catequese hoje.

O catequista é formador de coração! Jerônimo Lauricio

A PAULUS realizou, no dia 10 de março, o 2º Simpósio PAULUS de Catequese, com o tema “Iniciação à vida cristã – Desafios e perspectivas da Catequese hoje”. O evento, que foi marcado por palestras no período da manhã e oficinas à tarde, aconteceu no auditório da FAPCOM (Faculdade PAULUS de Comunicação), na Vila Mariana. O objetivo foi colaborar com os catequistas para uma melhor compreensão sobre a iniciação à vida cristã, por meio da qual é dada à pessoa a possibilidade de obter uma experiência gradual no conhecimento, no amor e no seguimento de Jesus Cristo.

De forma dinâmica, a irmã Teresinha Mocellin, da Diocese de Joinville (SC), abriu o evento para falar sobre iniciação à vida cristã. Ela destacou a relevância da coleção de catequese Iniciação Cristã de Inspiração Catecumenal, da PAULUS Editora, um material que pretende colaborar com as comunidades na formação e construção das bases da vida cristã: o Batismo, a Eucaristia e a Crisma.

Ir. Teresinha falou sobre a importância de uma catequese familiar, próxima e inserida em todos os ambientes em que o catequizando vive e destacou também a necessidade do envolvimento dos pais neste processo catequético, além de falar sobre a mistagogia como pedagogia da fé: caminho de vida cristã. Para ela, o objetivo da abordagem do tema é despertar uma reflexão sobre a importância da mistagogia  na vida do catequista  e cristãos em geral. “A Mistagogia é fonte de sabedoria para todos os tempos. Ela perpassa a ação evangelizadora, conduz ao caminho progressivo do mistério e possibilita fazer a experiência da vida com Deus”, diz a irmã.

No segundo período da manhã, Jerônimo Lauricio, missionário da Rede de Missão YOUCAT Brasil falou sobre a catequese e a juventude. Ele mencionou o encerramento do Concílio Vaticano II em 1965, quando o papa Paulo VI dirigiu uma mensagem especial aos Jovens, recordando que a Igreja está sempre buscando um  rejuvenescimento do seu rosto, para melhor responder à intenção do seu fundador, o grande vivente, o Cristo eternamente jovem.

De forma interativa, Jerônimo introduziu a história do projeto YOUCAT. Para ele, é um projeto que nasceu no coração de Deus e foi suscitado no coração do Papa Bento XVI e no coração dos jovens envolvidos. O relato de Jerônimo revelou que, diante dos fatos e circunstâncias, a providência divina aproximou a Igreja da juventude. Aproveitando o momento, ele discorreu sobre a importância de falar de coração para coração. “O que Deus planta em nosso coração se eterniza. O bom catequista está aberto às surpresas de Deus, que sempre superam as nossas expectativas”, diz.

Ele também lembrou que, em 2011, o papa Bento XVI, no prefácio do YOUCAT, alertou que os jovens devem trazer à Igreja o fogo inextinguível do amor, sempre que o rosto da Igreja for desfigurado. Ele apresentou a citação do papa emérito, explicando como viver na prática essa situação: “Estudando o Catecismo com paixão e perseverança, pois temos de conhecer a nossa fé; formando Grupos de Estudo, partilhando e dialogando sobre a nossa fé; buscando Ajuda Divina para que a nossa fé não seque como uma gota de orvalho ao sol; sendo diligentes, sem preguiça, fervorosos de espírito, dedicados ao Serviço do Senhor”.

Jerônimo apontou os princípios que norteiam a Rede de Missão do YOUCAT BRASIL. Os princípios que apontam a relação estreita entre “Catequese e Juventude” no contexto da Nova Evangelização: conhecer, encontrar, partilhar e expressar.

No período da tarde, os participantes se dirigiram para as oficinas escolhidas no ato da inscrição – durante uma hora e meia, compartilharam experiências e se aprofundaram no tema escolhido. O evento foi finalizado após todos se encontrarem no auditório para uma síntese apresentada pelos palestrantes dos dez workshops.

Workshops

A espiritualidade do catequista

Pe. Humberto Robson de Carvalho

Nesta oficina, o autor apresentou sinteticamente os grandes temas da vida cristã em sua prática cotidiana, de modo a favorecer o aprofundamento espiritual por parte dos catequistas.

Perspectivas da CNBB sobre a catequese

Pe. Antonio Marcos Depizzoli

Aqui foi apresentada a missão da Comissão Episcopal Pastoral para a Animação Bíblico-Catequética (CEP-ABC), que está a serviço da Igreja do Brasil para operacionalizar as Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora na visão bíblico-catequética.

Catequese e Liturgia

Pe. Luiz Baronto

Pe. Luiz Baronto falou sobre a relação entre a catequese e a liturgia, que está na base do projeto de iniciação cristã. Para ele, sem que estejam unidas pelos mesmos fins, pouco se alcança na evangelização.

 Kerigma e Catequese Permanente

Solange Maria do Carmo

Nesta oficina foi falado sobre o primeiro anúncio, ou querigma, que se tornou núcleo central da mensagem cristã. Solange destacou a coleção Catequese Permanente, publicada pela PAULUS Editora.

O canto e a música na catequese

Deivid Rodrigo Tavares, ssp

Nesta oficina a proposta foi descobrir elementos importantes no canto e na música voltados para a catequese.

Anunciar Jesus na era digital

Fr. Guilherme Cesar da Silva, ssp

Fr. Guilherme introduziu o catequista às novas linguagens e práticas digitais, mostrando que é possível usar os meios como apoio no processo catequético.

A catequese a serviço da Iniciação de Adultos à Vida Cristã

Ir. Israel José Nery

Para este workshop, Ir. Israel trouxe reflexões acerca da proposta de Aparecida e do Papa Francisco, que defende a construção de um novo paradigma para a renovação da Igreja, por meio da Iniciação à Vida Cristã.

Catequese e a Bíblia: Cartas Paulinas

Pe. Ramires Henrique de Andrade

Pe. Ramires destacou as mensagens contidas nas cartas de Paulo, observando que elas continuam atuais e ajudam na avaliação sobre como tem sido a atuação do cristão nos dias de hoje.

Reflexões e vivências para a catequese conforme as idades

Pe. Eduardo Calandro

Nesta oficina foi oferecido um embasamento teórico-metodológico do fenômeno didático na catequese a partir da psicologia do desenvolvimento e da ação pedagógica conforme as idades.

Roteiros de retiros para a formação de catequistas

Pe. Vanildo de Paiva

Pe. Vanildo colaborou com os participantes na compreensão da dinâmica que perpassa a formação do catequistas a partir da espiritualidade, valendo a experiência de estar com Cristo.