Colunistas

Música na Igreja

17/02/2017

Mais Ardor

Por Jake Trevisan

Indicar a um amigo:





A característica mais importante de um músico, artista e missionário da Igreja, é ARDER DE AMOR: amor pelo ofício, amor pelo povo de Deus, amor pelo chamado missionário. A palavra ARDOR significa calor intenso, sensação de vivacidade. Essa sensação é causada pela presença do Espírito Santo de Deus. Ele nos convida, nos estimula e faz verter de nós vida em abundância para os outros. Somente Ele é capaz de realizar o milagre. Quando cantamos e ministramos, Ele age e transborda sua graça através de nós. Um mistério, não é? Mas tudo o que realizamos na missão é por obra e mérito do Espírito Santo.

Dessa forma, jamais um artista missionário pode contar com suas próprias forças e se esquecer da ação fundamental do Espírito agindo através dele. O Espírito Santo se manifestará através do ARDOR. Esse ARDOR dará toda força necessária para enfrentar as dificuldades e desafios, não permitindo que desistamos de realizar a obra de Deus. É através desse sentimento de ARDOR que nos transformamos em guerreiros da messe, dispostos a dar a vida pela causa, dispostos a sofrer, dispostos a enfrentar nossa timidez e de nos expor diante das grandes assembleias: “Assim já não sou eu quem vive, mas Cristo vive em mim” (Gálatas 2,20). O Espírito Santo vive em nós e por isso ardemos de amor.Quero que se pergunte hoje: Possuo o ardor em servir minha Igreja? Tenho esse amor dentro de mim pelo povo, pela canção, pelo chamado?

Quero que se pergunte hoje: Possuo o ardor em servir minha Igreja? Tenho esse amor dentro de mim pelo povo, pela canção, pelo chamado? Se estiver inseguro na resposta, a solução é muito simples: PEÇA O ESPÍRITO SANTO SOBRE VOCÊ. CREIA: ELE VEM! Vem mesmo; de verdade.

Que maravilha quando temos a humildade de reconhecer que somos autossuficientes demais ou nunca paramos pra pensar no quanto precisamos do Senhor nesta estrada. É ignorando essa verdade que muitos ficam pelo caminho e não alcançam a maturidade para vencer as provas; se transformam em eternas crianças (espiritualmente falando). Não estão preparados para ouvir, são melindrosos e frágeis em sua fé; acreditam que o que sustenta seu ministério é sua bela voz e talento. Só que não…

Faça a experiência de sentir o ARDOR em seu peito. Você dará um salto gigante em sua vida missionária e transformará um simples serviço religioso numa causa de vida, num chamado eterno de ser instrumento de amor na vida dos seus irmãos. Não perca a oportunidade de ressignificar a execução de cada canção, de cada estudo, de cada palavra ministrada. Se antes você queria atenção dos outros, agora você doa toda a sua atenção aos outros. Se antes o espaço era só seu, agora você abre mão do seu espaço, para que outro se encontre com Deus e seja acolhido. Se antes você confiava em si mesmo, agora é Cristo que ARDE em você.

Vamos cantar juntos: “Espírito! Espírito! Espírito Santo de Deus! Vem controlar todo meu ser. Vem dirigir o meu viver: o meu pensar, o meu falar, o meu sentir, o meu agir!”.
Menos eu, mais ARDOR!

 

nenhum comentário