Colunistas

Música na Igreja

15/09/2017

Amar é mais do que canção

Por Jake Trevisan

Indicar a um amigo:





Estive por um tempo distante do portal e das minhas outras atividades, pois estava cuidando do que há de mais precioso na vida de uma mulher: gerar.

Sou casada há nove anos e, graças à presença de Deus no meio de nós, sou muito feliz no meu matrimônio. Numa relação marcada por momentos alegres, tristes, desafiadores, eu e meu esposo, Luis Gustavo, sempre sonhamos com este momento tão especial de ter um filho. Chegou o momento. Arthur nasceu no dia 20 de março deste ano e acabamos de batizá-lo, recentemente, aos seis meses.

Uma verdadeira dádiva de Deus! O dom de ser mãe me fez perceber que aquilo que eu achava que fazia de melhor, que era compor e cantar para evangelizar, era o bem mais precioso e importante em minha vida. Mas não é. A graça de manter uma família e gerar filhos é mais preciosa e importante que a canção.

Isso porque o que Deus espera essencialmente de nós não é qualquer outra coisa senão AMAR. Amar é a principal vocação humana. É o que nos plenifica, nos santifica e nos aproxima de Deus. Quando amamos, nos assemelhamos ao Criador, pois ele é o Amor. Imagine se fizermos um propósito de amar a todos, nas qualidades e defeitos de cada um, fazendo ecoar sempre o perdão, a misericórdia e a paz? Se isso se tornar realidade, nossa finalidade de ter vindo ao mundo será cumprida e teremos alcançado o mais alto grau da perfeição. Simples assim.

O primeiro lugar onde exercitamos o amor é a família. Na família amamos e somos amados pelos pais e irmãos. Por sermos diferentes, vamos nos amparando a cada dia uns aos outros e nos tornando melhores. O amor nos faz pessoas melhores. Amar um filho transcende a alma. Torna-nos capazes de dar a vida. É amor sem medida, igual ao Amor de Deus.

Quando meu filho nasceu, descobri que a música é bela, pois também é criada por Deus, mas gerar um filho e construir uma família onde amamos e somos amados é muito superior, é dom maior.

Você vai continuar encontrando por aqui alguém que fala e produz música católica, porém alguém que agora descobriu a melodia do amor sem medida; uma mãe, esposa, filha que, consciente de sua verdadeira missão, sabe que amar é mais do que canção.

nenhum comentário