Assessoramento

O Núcleo PAULUS de Formação, Pesquisa e Disseminação Social foi constituído no ano de 2011. Sua finalidade principal é construir coletivamente, a partir do conhecimento acumulado no âmbito da política de Assistência Social, soluções contextualizadas para as demandas das organizações sociais. Essa geração de oportunidades se realiza pelo investimento no usuário, o aperfeiçoamento profissional, a promoção, formação, produção e disseminação de conhecimentos.

Este serviço consolida a PAULUS como entidade de Assessoramento, cruzando todo o país com ações dirigidas ao público da Assistência Social, voltadas prioritariamente para o fortalecimento dos movimentos sociais e das organizações de usuários, assim como a formação e capacitação de lideranças. Os cursos, pesquisas e publicações são oferecidos gratuitamente.

A partir da atuação em rede com outras grandes organizações da Assistência Social, o Núcleo PAULUS de Formação, Pesquisa e Disseminação Social, desenvolve ações com ênfase nas cinco regiões do país, e está estruturado para dialogar e construir coletivamente as soluções para as principais demandas da política de Assistência Social no Brasil.

 

 

O Programa Direito e Cidadania compreende um conjunto de atividades voltadas à convivência social e ao protagonismo de crianças e adolescentes participantes dos Serviços de Convivência e Fortalecimento de Vínculos, sejam estes desenvolvidos por entidades governamentais ou não governamentais.

Este Programa se enquadra no conceito de Assessoramento ao apresentar uma faceta moderna do envolvimento e apoio às entidades socioassistenciais. Propondo-se a atuar com primazia na formação de meios e modelos de atendimento no serviço de proteção básica, seguindo o reordenamento das ações a partir de parâmetros do direito, participação e protagonismo cidadão, apresenta-se a complementar o atendimento pela qualificação de conteúdo, especialmente o de convivência, oferecido a crianças, adolescentes e seus familiares. Em sua aplicação, utiliza livros selecionados e elaborados exclusivamente para o Programa, fomentando de forma lúdica o debate social.

O Projeto Gestão da Prática Cotidiana investe no assessoramento técnico e operacional às entidades de Assistência Social cujo funcionamento, estrutura e administração interna demandem apoio e adequações de planejamento, avaliação, monitoramento de resultados, inserção na rede, organização documental, legalização e prestação de contas oficiais, atos de relatórios e sistematização de ações.

O objetivo é qualificar a intervenção dos sujeitos e usuários nos espaços de participação democrática de suas comunidades, sempre visando o bem comum e também os serviços, programas e projetos com potencial de influência na melhoria direta da rede socioassistencial de sua comunidade.

 

O Projeto DisseminaSUAS imprime gratuitamente materiais de interesse público e publicações institucionais, dedicando-se a textos que favoreçam o acesso da população em geral a bens públicos, inerentes à cidadania.

O serviço disponibiliza conhecimento para a população menos favorecida em parceria com o governo e entidades sem fins lucrativos, que atendam ao público do Sistema Único de Assistência Social – SUAS.

Todos os documentos impressos por meio deste serviço são de interesse público, com validade e origem assegurada por instituições ligadas à Política de Assistência Social.

O Projeto também contribui com a divulgação e comunicação dos serviços socioassistenciais e a promoção de campanhas de acesso e garantia de diretos, atingindo em larga escala grande número de crianças, jovens, adultos pesquisadores, estudantes, entre outros.

 

O Projeto InovaSUAS consiste na capacitação e formação para lideranças e usuários dos serviços, programas e projetos da rede socioassistencial e profissionais ligados à rede de serviços.

O objetivo é usar o conhecimento técnico para aprimorar a gestão, os procedimentos, o acesso aos direitos sociais constituídos, e a elaboração de novos direitos, adotando práticas de inovação aplicadas ao setor. A iniciativa visa também criar conteúdos teóricos que enriqueçam cada vez mais a discussão dos direitos sociais no país, a partir do conhecimento acadêmico e das formas de atuação adotadas pelas organizações não governamentais.

O conteúdo programático oferece uma carga horária de até 100 horas, e aborda temas diretamente conectados à realidade do Sistema Único de Assistência Social – SUAS.